Prova de vida

Curioso18 Janeiro6 Comentários


18 de Janeiro, dia em que revoltosos bateram o pé. Hoje, nas comemorações, ficámos sem perceber se se estava a comemorar a revolução ou se era uma acção de campanha da CGTP. Que tem o Arménio Carlos a ver com a revolução dos vidreiros? Que têm as tarjas que foram mostradas, as mesmas que são usadas nas manifestações nacionais, a ver com o 18 de Janeiro? As comemorações deveriam servir para lembrar os revoltosos e não para servir interesses politico sindicais. As comemorações transformam-se assim em comícios que visam permitir manter alguns empregos de alguns camaradas que, não fosse isso, nada teriam para fazer. A desvirtuação do que deveriam ser as comemorações começaram há anos, ou como diria a Cidália, ‘há anos atrás’. Querer transformar o dia em que se recordam os revoltosos e dar a isso um cunho sindical é errado. Mas tudo isso se entende porque, por inacção da câmara, o sindicato sente-se como se fosse ‘dono’ do dia. O dia, que devia ser da Marinha, dos Marinhenses e dos vidreiros, transformou-se num dia de prova de vida do sindicato que, perante a inexistência cada vez mais de trabalhadores vidreiros – substituídos por robots – tem que dar sinal de que existe. E para comemorar o dia dos vidreiros, nada melhor do que trazer cá alguém que nada tem a ver com vidreiros!


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

6 Comentário em “Prova de vida”

  1. Avatar

    Foi constrangedor ver aquela mistura de arruaceiro com terrorista como figura principal das comemorações de algo com o qual nada tem a ver.

  2. Avatar

    Por acaso tambem já tinha feito essa mesma pergunta. O que é que o Armenio Carlos tem a ver com a Revolução do 18 de Janeiro?

  3. Avatar

    O Sindicato Vidreiro é filiado na CGTP como outros são na UGT. Não estranho nada que o dirigente máximo da CGTP venha cá falar sobre os trabalhadores e enaltecer a luta destes! Muito estranho é a Câmara convidar o secretário da UGT para palestrar… como já fez o ano passado!

Leave a Reply