MPT

A vida interna dos partidos pouco interessa e não fosse o facto de a novela que está a ter lugar no MPT poder ter efeitos no que se passa na freguesia, não perderíamos um minuto com o assunto. Como se sabe, a direcção do MPT tentou expulsar o Romeira. A decisão foi tomada, mas o Romeira terá recorrido. Com ou sem razão, não nos importa, a verdade é que ontem houve uma reunião magna onde o Romeira esteve e até interviu. Foi mais um episódio que não cremos possa ser apelidado de encontro de irmão, antes de estranhos. Os próximos episódios poderão trazer novidades, mas a verdade é que, neste momento, não se sabe a quantas andamos nem quem representa o quê. Enquanto eles se entretém nas lutas internas do partido, na freguesia, onde o partido tem assento, não se sabe quem afinal está a seguir as orientações do partido, quem está fora ou quem está dentro. Uma coisa parece ser certa, depois de terminar esta ‘guerra’ é pouco provável que o partido fique com algum reconhecimento ao nível do concelho ou que possa aspirar a ser mais do que o que conseguiu ser nas últimas eleições.


Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

24 Comentários

  1. Bom, pelo que se sabe até a nível nacional o partido está morto. Estão a travar uma gerra à muito perdida. Parece que no último congresso
    já pouco houve fazer. Certamente este ano nem vão entrar nas eleições legislativas. As dividas são avultadas e a situação financeira não tem grandes hipóteses. Quanto ao senhor Romeira, que apesar de ter intervido valeu de pouco, porque segundo se consta o vexame foi de tal ordem que a sua situação piorou. Teve todos os órgãos do partido contra ele, levando a que estes muitas vezes o confrontassem com assuntos delicados. Parece que não foi lindo de ver. Mas sim vai haver novos desenvolvimentos locais. Segundo se consta o pós congresso teve muita animação e peixeirada. Vamos estar atentos…

  2. O Romeira de facto ultimamente desorientou-se politicamente, no entanto o esmeraldo não foi correcto com ele, nem teve moral política. Acho que não havia necessidade.

  3. Ó anónimo das 17:31,

    Sendo eu um dos maiores opositores declarados a esta direcção, o que seria de estranhar era se algum dos órgãos não estivesse contra mim! Que disparate é esse?

    Segundo, é mentira que me confrontaram com “assuntos delicados”. Está mal informado! Foi ao contrário. Informe-se lá melhor pois fui eu que os confrontei com “assuntos delicados”. E posso descrevê-los…

    Terceiro, as “dívidas são avultadas”?????? Outra mentira. O MPT é talvez o Partido português que menos deve… hoje tem um passivo de 26 mil € (que pode ser renegociado) e NENHUMA dessas despesas é do tempo do anterior presidente!

    Aliás, o presidente até teve que voltar atrás na proposta de insolvência por ter entendido que os congressistas achavam que isso era um disparate de mau gosto…

  4. Estimados Comentadores,
    Este largo não deve ser um local de combate político, mas sim um lugar de concórdia e afectos. Por isso pede-se que se deixem de ódios e brigas políticas e se rendam ao amor e à paz.
    Obrigada

  5. ok, melhor assim, fica o registo para que mais tarde não se venha a lamentar, quando de novo os problemas do MPT a nível nacional forem divulgados em plena assembleia de freguesia. É estranho verificar que em questões menores Excia, faz alaridos, quando são questões de grande pertinência ignora. Depois disto entendo que algumas pessoas digam que de facto tem de parar para pensar no que quer. Força

  6. De facto, incomodou-me de sobremaneira o facto de um comunicado contra o qual estou a preparar uma queixa na justiça, ser lido em plena Assembleia de Freguesia. Achei injustamente humilhante e tenho o direito de me defender…

    Mas não compete ao Presidente da Mesa dessa Assembleia verificar a veracidade dos comunicados, ainda por cima assinados pelo Presidente de um Partido! Isso será entre mim, o dito cujo, e o juiz(a) que julgar o caso.

    Na minha opinião, o Sr. Esmeraldo é uma pessoa com uma integridade e sobriedade cívico-política, que poucos têm…! Aliás… como quase toda aquela Assembleia, tendo-o demonstrado na abordagem deste caso.

    Tudo o resto são devaneios de gente ressabiada.

  7. Já me dedico a assunto elevados, por natureza… 🙂

    Porém não deixa de ser divertido observar “tanta atenção” e tempo que me dedicam. Eu não sabia que afinal era um político tão estrategicamente importante e que mereço tanto empenho por parte dos meus “inimigos políticos”.

    Não é ironia. É sincero, acreditam. Vocês fazem-me sentir especial, porque me dão tanta importância, prioritariamente a outros assuntos que qualquer outra pessoa consideraria mais pertinentes. Mas mesmo assim o meu obrigado sincero.

  8. Caro Romeira,
    Todos nós gostamos de si. O que parece é que está sempre a ver “inimigos” em toda a parte, quando o queremos ajudar!
    Um abraço

  9. o romeira foi o que meteu um recurso antes das férias judiciais , essa foi engraçada , e claro não saindo o recurso e segundo ele , “foi ao congresso ,(aproveitando o recurso) quanto á parte de não ser da direção anterior seria possivel , mas também seria impossivel a direção anterior não saber , estou a pensar bem ou estou enganado ? Vamos lá a ver , mentir é feio , e usar meias verdades para juntar mentiras pelo meio é do mais estúpido que já vi , assim passa a ser só meio mentiroso ?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário