CMMG

Dos pontos fortes que queremos realçar destacam-se: a modernização administrativa, com uma verba superior a 1 milhão de euros; a eficiência municipal, com uma verba próxima do meio milhão de euros; a sinalética e a comunicação outdoor com uma verba de 70 mil euros; a junção da Semana do Design e Empreendedorismo à Bienal de Arte, com uma verba de 140 mil euros“. O texto não é nosso. Foi do ex-vereador do + Concelho. Estávamos em Dezembro de 2015. Hoje já se podem ver os outdoors electrónicos a dar os primeiros sinais de vida. Para alguns isso poderá significar modernização, para outros, os mais esclarecidos, é o sinal do quão atrasados estamos. Nos outros concelhos o que é aqui uma nova realidade, é para eles algo já antigo. Mas os outdoors são apenas um dos exemplos. Em 2015 já estava prevista a sua colocação assim como a sinalética. Em 2019 os outdoors já aí estão, mas a sinalética nem cheiro dela existe. E a modernização administrativa e a eficiência municipal onde ficaram? Quando regressamos há uns anos – há uns anos atrás como diria a Cidália – é triste perceber o quão ineptos têm sido os governantes. Uns simples outdoors demoraram 4 anos a ser colocados. Já nesse mandato, nessa reunião um dos presentes era a Cidália! Ou seja, de tudo o que naquela reunião foi aprovado, onde a actual presidente esteve presente, conseguiu-se agora concretizar uma das coisas que estava a ser aprovada. Claro que para a presidente conta apenas o que se passou desde que foi eleita, mas a verdade é que em 2015 era ela quem levava a proposta para ser aprovada e, durante 4 anos, nada fez. O que agora está a fazer vem lá de trás, depois de muitos anos de inacção. Nem sequer pode dizer que seja algo da lavra do seu executivo! Está apenas a cumprir parte do que foi aprovado há 4 anos! Às vezes é bom lembrar o passado para se perceber quão incapazes continuam a ser os que estão eleitos e a mandar.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 comentários

  1. Incapazes, burros e absolutamente IRRESPONSÁVEIS!!!

    Espero que a associação da mobilidade, se manifeste veementemente!
    É um atentado à segurança rodoviária!
    Como é possível, colocarem as TV’s para distrair os automobilistas?!
    Acham mesmo que terão qualquer informação importante a passar!?
    Mostra bem, o quão desfasados, estão os senhores e senhoras que decidem estas aberrações.
    ACORDEM! Estamos em 2019!…não em 1980.

    • Estamos muito à frente, pois reciclámos todo os painéis de Leiria da década de 90! Concelho ecológico este! Parabéns pela iniciativa 5**

  2. Mais uma parolice dessa espécie de presidente, colocou painéis não para divulgar algo mas para mostrar aos automobilistas que passam pelo concelho que isto por aqui está muito moderno. Sim porque qualquer automobilista consciente não vai parar para ler as mensagens que se pretende transmitir.

  3. A Cidália conseguiu mais um boy adjunto que aposta na imagem sem conteúdo. Será para mostrar qualquer coisa a mexer só para distrair o povinho que nada de novo se faz por aqui. Mastiga até durar e deitar fora… Antes as músicas do Pedro Miguéis para embalar e adormecer!!!

  4. Há situações em que certos comentários nos remetem para aquela velha história do velho, do burro e de uma criança. Segundo o texto, este assunto foi discutido e aprovado em 2015. Terão decorrido pouco mais de 3 anos e, ao que parece, o que foi aprovado como um bom e útil investimento sem oposição de relevo, passou a ser um investimento da era do paleolítico 1200 dias depois.
    O sentido crítico e a livre expressão da opinião, mais do que um direito, acabam por ser, quando fundamentadas e coerentes, uma excelente ferramenta para ajudar na tomada de decisão. Exercido assim esse direito que a todos assiste, o seu impacto, que poderia ser útil, passa a ser um foguetório de tiros de pólvora seca, e os seus efeitos resumem-se ao ruído ineficiente que produzem.
    Na minha modesta opinião, estes painéis informativos não se destinam à difusão de publicidade, cujo alvo seriam os automobilistas.
    Para serem úteis, estes equipamentos destinam-se a divulgar a actividade da CMMG, quer ao nível cultural, quer desportivo, quer ao nível da realização das obras mais importantes, por forma a manter informados os munícipes. Esta informação, como é óbvio, não pode ser lida por quem vai a conduzir uma viatura.
    Sendo assim, a minha crítica vai para os critérios que presidiram à escolha dos locais em que estão a ser colocados. Locais de grande acesso de pessoas deveriam ter sido a opção, no entanto, manda quem pode e tem legitimidade para isso.

    • Caro A. Constâncio. Tal como escrevemos, a instalação dos painéis peca por tardia e vamos esperar que não venham a ser usados como instrumento facilitador de propaganda. Quanto à localização, parece-nos que o único que se ‘safa’, e com muito boa vontade, é o que está junto ao cemitério. Quer os que estão na freguesia da Vieira quer o da Moita (que não se percebe para quem serve), todos estão em locais pouco próprios para o fim a que se destinam. O da rotunda do Atrium, pelo que foi dito numa reunião de câmara sobre a alteração daquela rotunda, parece ser algo que mais cedo ou mais tarde terá que ser removido. Quase faz pensar que quem os mandou colocar é fã de Keines!

    • Caro Armando Constâncio, tenho de lhe dar os parabéns pela forma como escreve. Sempre com elevação. Gosto muito de ler o que escreve, mesmos quando não concordo. Continue assim, pois existem poucos ou nenhuns neste espaço.

    • Caro Curioso, este A. Constâncio é aquele que o Povo fala que se fartou de gastar dinheiro dos contribuintes num mercado que não funciona?

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário