DuarteEsmeraldo

Naquela que deverá ter sido a primeira intervenção politica, o Duarte entrou a matar. Por causa dos problemas que existem entre o PSD e o MPT pelo facto de este ter conseguido ‘roubar’ o lugar na Junta, o Duarte veio há dois meses exigir a demissão do Esmeraldo. Tudo isso porque ele, enquanto presidente da AF, deixou que o Romeira interviesse quando haveria, segundo o Duarte, dois na lista antes dele. Na última AF o Esmeraldo foi preparado e o Duarte ‘saiu mal na fotografia’. Pelo que se conseguiu perceber, o Esmeraldo pediu à CCDRC um parecer sobre o assunto e a resposta que obteve foi clara: é um problema entre partidos. Não cabe ao presidente do órgão pronunciar-se sobre os assuntos internos dos partidos e, como ele teria um documento que dava conta que quem estava acima do Romeira não iria, apenas tinha que respeitar as indicações do partido. Na última AF o Esmeraldo quis acautelar-se e ‘forçou’ a ratificação de tudo o que tinha sido decidido naquela outra assembleia onde o problema se colocou. Assunto resolvido! O que terá sido a primeira intervenção do Duarte colocou-o na posição de agora ter sido quase pisado pelo Esmeraldo (claro que em sentido figurado porque parece-nos que ele nem uma mosca pisaria). Começou mal o caminho que o líder local do PSD quer fazer, mas poderá ser que tenha aprendido que há lições que se devem levar estudadas de casa para que não se cometam erros que depois podem sair caros e serem até humilhantes. Na AF todos os partidos se colocaram ao lado do presidente e cremos mesmo que até os que são do PSD não se reviram naquele pedido de demissão que o Duarte fez há dois meses. Neste caso, entrou a matar… saiu cravejado de balas!



Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

16 Comentários

  1. É engraçado, o curioso esteve em que assembleia? O que se sabe é que o Duarte teve razão, a anafre e a ccdr nas suas conclusões disseram que ouve ilegalidades graves da mesa. Inclusive o sr. Esmeraldo agradeceu ao presidente do PSD pela chamada de atenção. Tanto que a acta teve de ser rectificada, por recomendação da anafre. O tema central foi sempre esse. Esta é a verdade.

  2. Mas dado o curioso do MPM, foi parcial e tão defensor do esmeraldo, vai ter que levar com as decisões oficiais que vão ser tornadas públicas e ai sim vamos ver quem não se preparou de facto. Depois o MPM não se faça de vitima como nos últimos tempos. Mas quanto a assembleia lá iremos breve.

  3. Mas… então o Esmeraldo não admitiu em assembleia que não estava preparado e teve de se dirigir ao tribunal da Marinha Grande para saber as listas correctas?
    E ainda, as faltas dos restantes elementos do MPT não foram devidamente justificadas…
    Na realidade, esta assembleia de freguesia está um verdadeiro caos, por causa da ingenuidade do Gallo e da xico-espertice do Rameira

  4. Pois o curioso ao tentar ajudar o MPM, com esta publicação só veio trazer ainda mais sarilhos para eles, tomara que o jose Duarte seja democrata e não lhes crie mais problemas. Porque quem leu os despachos sabe que este post é completamente ridículo. Esperamos bom senso.

  5. Vai acontecer ao MPM o que aconteceu ao + Concelho! ai vai vai! É pena porque assim deixamos de ouvir que o MPM fez Isto o MPM fez aquilo, e não fez nada! Temos pena!

  6. Eu sei que… com este comentário me vou colocar a jeito para que chovam idiotices sem jeito (que eu queria evitar nesta altura, mas parece que ando em fase de atrair o que não presta)… Mas já estou preparado para responder ao que aí poderá vir…

    Porém, há três coisas importantes que convém voltar a referir, pois parece que não entenderam à primeira:

    1 – Não foi cometida nenhuma ilegalidade. Só existem ilegalidades quando há uma violações da Lei. Ora, na indisponibilidade dos dois elementos da Lista a seguir à Anabela Feliciano, assume a cadeira aquele que estiver primeiro disponível. Era eu! Sendo assim, diga-me o Duarte ou outro alguém, que Artigo e de que Lei, não foi respeitado! Existiria ilegalidade sim, se o número 3 e número 4 quisessem assumir o cargo, algo que está mais que provado, não era das suas vontades…! E disso falavam os pareceres solicitados, que seria ilegal a substituição por outro elemento que não o imediato, caso este estivesse disponível. Leiam o que lá está. Não se “armem” em constitucionalistas. Ponto final. “Dura lex, sed lex”;

    2 – O Presidente da Assembleia de Freguesia, o Sr. Esmeraldo, não sabia quem estaria em lugar de sucessão à Anabela Feliciano, nem tinha obrigação de saber… Portanto é a pessoa que menos “culpa” tem, se é que existem culpas de alguma coisa. Este assunto é político (e baixo) e nunca jurídico!… A única coisa que poderá suscitar alguma discussão foi não se ter acautelado um documento de rescisão por parte desses dois elementos, não fosse o diabo tecê-las. Pelos vistos tecêu-as… Mas devo dizer que acautelar documentos assinados não é prática em quase nenhuma Assembleia Nacional, no caso das “substituições” e eu conheço a realidade de muitas delas. Costuma fazer-se sim, com elementos que assumam o lugar “definitivamente”, portanto seria um preciosismo fazê-lo até porque o Regimento da AF da MG não o prevê, nem tal coisa está mencionada na Lei… Por exemplo, em Lisboa onde o MPT possui 2 elementos na AM, quando há necessidade de substituição, essa informação parte da bancada do Partido e a Sra. Presidente nem quer ter nada a dizer sobre o assunto;

    3 – O Duarte (em nome da Concelhia do PSD da Marinha Grande) pode estar aqui a abrir uma caixa de pandora, ou um mal-estar nacional desnecessário. É que… ainda há pouco tempo, na Assembleia Municipal de Leiria, onde o MPT também foi coligado com o PSD, na impossibilidade da presença do nosso deputado, o PSD não foi de modos e… substitui-o por um elemento do PSD(?!?!) quando existia um outro elemento do MPT disponível, logo a seguir. Querem maior “ilegalidade” do que esta??? E eu dou outro exemplo: no mandato 2013/2017, na Figueira da Foz, o nosso candidato Celso Morais que não foi eleito directamente, foi impedido de continuar a ser “convidado” cordial e democraticamente para fazer parte daquela bancada na AM, pois “a Lei diz que os faltosos apenas podem ser substituídos pelos membros da lista, mas do mesmo Partido”.

    Ora, o MPT não fez xico-espertice nenhuma ao PSD na Marinha Grande. Antes pelo contrário, praticou EXACTAMENTE o mesmo critério que o PSD tinha praticado na Coligação da Figueira da Foz. Também não foi mais “irregular” do que o PSD em relação ao MPT, na AM de Leiria!

    Eu sei que este assunto já está a ultrapassar o razoável, e tenho a certeza que um dia destes este episódio levará a que algumas pessoas do MPT confrontem a Distrital do PSD sobre esta teimosia! Será que o Duarte está preparado para assumir as culpas de uma clivagem entre ambos os Partidos, no Distrito inteiro? É que temos relações em Leiria, Marinha Grande, Nazaré, Pombal…

    Não tornemos portanto esta minudência, que não passa de uma birra de egos, num assunto que terá que ser resolvido superiormente (se calhar com alguns puxões de orelhas) e vamos ver se o Duarte tem mais “amor” à sua agenda própria (ainda que se esteja a enterrar cada vez mais) do que aos propósitos do seu Partido, em ano eleitoral…

    3
    1
    • Ó Rameira, já chega de conversa para boi dormir. Sabes bem que não foste o mais transparente possível com o Gallo, portanto, cala-te!
      E mais uma vez, se até já foste corrido do MPT, só tens mesmo é que comer e calar

  7. Sr. Romeira, deixe-se de coisas, temos de dar razão a quem tem razão e o José Duarte a respeito desses assuntos, legalmente, tem toda a razão. Que o homem seja um malabarista da política, não é o único. mas a vida é assim!

    2
    2
  8. Sr. Romeira está a falar em nome de que partido? É que se for em nome do MPT é grave, dado que foi lido um documento na Assembleia de freguesia no qual mensiona que a direcção central do MPT o expulsou e retirou confiança política. É preciso ter lata para vir aqui tentar justificar o injustificável. Já agora uma nota sabia que os elementos 3 e 4 do MPT nem sequer foram contactados? Cuidado que eles podem vir a publicado falar. Existem momentos em que o melhor é estarmos calados.

  9. Aliás, ainda pior, segundo se consta o sr.esmeraldo nesta assembleia cometeu outro erro grave ao divulgar a expulsão do sr. Romeira em plena assembleia. Agora vai ter problemas com ele, porque esse tema somente dizia respeito ao MPT. Mais uma vez deu bronca.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário