PS

A propósito da rejeição da proposta do BE, o Nelson aproveitou para escrever no Facebook, como presidente da concelhia do PS, num misto de ataque politico para fora e para dentro. Como se sabe, o PS elegeu há muito o MpM como alvo. Sabendo que o PCP tem os eleitores mais ou menos certos e que a direcção actual não poderá aspirar por conseguir muitos mais; que o BE tem pouca implantação e que não deverá conseguir muito mais face ao que tem sido a intervenção pouco expressiva durante este mandato; que o +C se esvaziou e que a probabilidade de voltarem à ribalta é quase nula; que o PSD deverá não conseguir recuperar depois do que foi a gestão desastrosa do último líder da concelhia, a única força que aparentemente, se não se perder, poderá fazer frente será o MpM já que poderão tentar ‘roubar’ votos à esquerda e à direita. O Nelson aproveita assim, mais uma vez, para fazer um ataque àquele movimento (desta vez não sem alguma razão, diga-se). Mas aproveita também para mostrar que o que o partido agora pensa é diferente daquilo que antes pensava. A questão da proximidade do partido aos eleitores é apenas um dos exemplos. Sabe-se que o presidente da concelhia é o ‘enfant terrible‘ do partido e que o que pensa nem sempre está alinhado com o que são as orientações mais conservadoras que têm sido seguidas. Não é por acaso que se mostrou descontente com a governação da Cidália e cremos mesmo que haverá muitos dias que irá para a câmara sabendo que irá ter que fazer coisas com as quais não concorda. Quando se sentou ao computador para escrever o texto, o presidente da concelhia quis assim mostrar que se mantém o caminho que quis começar de afastamento das ideias do passado recente. Resta saber se conseguirá fazer frente à máquina que o partido quis montar à sua volta com a colocação de boys que vieram apenas para assegurar que o partido não perca o controle, sabendo como sabem que sobre o presidente da concelhia não têm essa possibilidade.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

6 comentários

  1. O Nelson devia era estar preocupado com o estado a que chegou a praia de S Pedro.
    A Assembleia de Freguesia em S Pedro ia resolver algum dos problemas?

    O Nelson que diga porque é que a câmara não faz lá uma reunião do executivo? Seria uma boa resposta à CDU e ao MPM. Têm do de ser confrontados pelos moradores?

    Só nas cabecinhas tontas do Nelson e do Curioso (a alinhar com o Nelson no populismo!!!!).

    • Caro Anónimo. Não nos parece que aproximar o poder politico dos eleitores seja populismo. Se nas campanhas eleitorais todos se preocupam em fazer acções de campanha junto das populações, indo aos lugares, porque deixar de fazer isso só porque já foram eleitos.

  2. Foi uma tristeza ver o MPM, votar contra uma boa ideia de descentralização é mais um sinal de desorientação que este movimento tem vindo a revelar. Vai acabar mal.

  3. Nas assembleias e no executivo.
    Em abono da verdade o Aurélio até é fotogénico e aquele ar de tótó rebelde fica-lhe a matar, mas tadito não tem jeito nenhum para aquilo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário