Cambalhota

Categoria Lara, PCP by Curioso2 Comentários


A disciplina de voto faz com que alguns eleitos tenham que fazer umas cambalhotas e piruetas que os transformam em ‘troca tintas‘. Hoje isso aconteceu com a Lara. Por uma questão de respeito pelas instituições, designadamente dos membros da AM, não tornamos já público o orçamento que foi aprovado, mas fá-lo-emos assim que esteja na posse de todos os deputados. Nessa altura poderão ver que não havia motivos para que a Lara tivesse mudado de opinião e se tivesse abstido, abstenção que foi exclusivamente para que o orçamento pudesse passar. Ser vereador implica respeitar as orientações do partido pelo qual foram eleitos, mas não os deve transformar em simples marionetas que fazem aquilo que alguns decidem. A vereadora colocou-se na posição de não ser mais do que um ‘verbo de encher’ ao serviço de alguns que mandam no partido que, por um lado rejeitam pelouros, mas por outro deixam passar um orçamento igual ao que antes tinham rejeitado! Claro que partimos do principio que ela tem capacidade para perceber que aquilo que deixou passar e que sabe ler um orçamento, porque se nem isso souber, então é ainda pior do que poderíamos pensar. A cambalhota da Lara tirou-lhe toda e qualquer autoridade que pudesse querer ter e tudo o que daqui para a frente possa dizer terá que ser relativizado porque o que dirá num dia poderá vir a ter uma nova versão no dia seguinte. É nestes momentos que se percebe quem são aqueles que têm verticalidade. Se era para fazer o que fez hoje, mais valia ter-se abstido em Outubro. Tudo já tinha avançado na AM e escusava de sair muito mal vista, acima de tudo, como alguém que dá o dito por não dito. Uma coisa é certa, nas próximas reuniões, quando chegar o momento das suas intervenções, bem podem passar a cortar o som.


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Avatar

    A Câmara da Marinha Grande tem sido governada pelo PS e pela CDU desde que a democracia foi implantada em Portugal, ora uns, ora outros… vejam onde nos encontramos; não temos mercado, nem piscina, de vez em quando não temos água, não temos saneamento em muitas ruas, não temos parques industriais com lotes disponíveis, não temos lares suficientes para os idosos, não temos creches para as crianças, etc, etc. tudo isto num dos municípios que mais riqueza produz em Portugal…algo está errado.

  2. Vilas

    Já aqui temos visto que a Lara, nem lá vai, nem lá faz falta!

    É em pessoas como esta que achamos muito mal o dinheiro que o município gasta!
    Lanço um desafio… encontrar uma intervenção da Lara numa reunião do executivo, onde diga qualquer coisa que não tenha a ver com escolas do 1º ciclo, creches, infantários, associações de pais, obras…especialmente para saber quando estão prontas.
    Acreditem que assistimos a todas (as que foram transmitidas directamente), e não nos recordamos!
    É muito pouco, até mesmo muito poucochinho, como disse alguém. Quando da campanha eleitoral, era dada como um promessa e uma pessoa extremamente capaz e competente!
    Sinceramente ainda não lhe descortinamos nada de relevo, nada mesmo!

    Daí que só os mais distraídos é que se podem admirar de tal posição, … é claro

    Já Alexandra para não se vincular às ideias do mesmo partido, mas como é independente não quis submeter-se a tal VERGONHA e optou pela ausência!

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address