CMMG

A atribuição de apoios às diferentes instituições do concelho deveria ser feita de forma criteriosa. Significa isso que quem decide deveria analisar os pedidos e, tendo em conta o que cada um tem discriminado, ser feita a atribuição do apoio tendo em conta o que cada um quer fazer. Claro que situações iguais devem merecer apoios iguais. Para isso seria necessário que o regulamento de atribuição de apoios já estivesse revisto e fosse possivel enquadrar cada pedido nas diferentes situações previstas no regulamento de modo a que fosse quase automática a sua atribuição. Mas há situações que, por muito que pudessem estar previstas diferentes situações no regulamento, é impossível aplicar uma formula matemática uma vez que dificilmente se conseguirão encontrar duas situações iguais. Isto leva a que os apoios a conceder possam não ser exactamente iguais. Aliás, tem sido assim em muitas situações. Ontem ficou-se a saber que, em relação aos apoios atribuídos para a passagem de ano nas duas praias do concelho, o critério foi apenas um: percentagem. Em vez de fazerem uma análise a cada proposta e atribuir os apoios pelo mérito de cada candidatura, foram pelo caminho mais fácil: aplica-se a mesma percentagem em relação ao que foi pedido e já está. Poderão alguns dizer que é a forma mais justa de ninguém ficar prejudicado, mas será que é assim? Não nos parece. A forma justa é apreciar o mérito de cada candidatura e atribuir os apoios de acordo com aquilo que cada organização quer fazer tendo em conta critérios de razoabilidade e de interesse para o concelho. Ser justo não é aplicar uma formula matemática! Ser justo é, tendo em conta o que é apresentado, decidir de acordo com o que é melhor para o concelho, ainda que alguma candidatura possa receber mais do que a outra. Ficar preso a uma percentagem é o caminho mais simples, mas também mais injusto porque poderá levar a que uma das propostas tenha algo de muito interesse para o concelho que deixa de ser feito porque não há dinheiro ou que se premeie quem teve a esperteza de apresentar um valor superior áquilo que na realidade era necessário.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário