S. Pedro

Como se já não bastasse o que se vê no que foram as antigas piscinas de S. Pedro, agora é o mar quem está a levar o que ainda ficou. O muro foi hoje com o mar. O resto está a ir. Trata-se de um edifício que é propriedade privada e em relação ao qual não se pode mexer. O Estado, a Câmara não têm como intervir ali e seguramente que não controlam o mar. Parece. no entanto, que o problema que existe com as piscinas não é para ser resolvido a curto prazo. O Estado parece decidido em não permitir que ali se faça nada e que a destruição do que ainda existe se mantenha até que não reste nada. Em Setembro a Cidália dizia que “Houve uma reunião na Secretaria de Estado do Ordenamento do Território, com técnicos da Câmara e também da APA, entendendo estes técnicos que não era viável para aquele local o que os proprietários pretendiam, indicando o que seria possível, esperando-se neste momento que a empresa analise e entregue nova proposta para o local”. Depois disto nada mais se sabe. Não se conhecem os projectos, mas será que o que ali está a acontecer, com as instalações a ficarem destruídas dia para dia é melhor do que o que os donos ali queriam construir?


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 Comentários

  1. A empresa proprietária deste espaço, uma vez que lhe deixam fazer nada (pelo menos o que pretende), está a apostar na degradação total daquele bem!
    Não vão querer, certamente, gastar nem mais um cêntimo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário