CMMG

Há muito que se fala que há necessidade de serem feitas mexidas no GAP. Eis que elas têm lugar! O Migueis sai, dando razão aos que diziam que nunca deveria ter entrado. Um ano depois, fica por se perceber o que fez e qual o papel que teve. Fica também por perceber a escolha que a Cidália fez. Que razões terão estado na base da sua entrada para o GAP?


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

5 Comentários

  1. No contrato de contrapartidas pelo espetáculo do final da campanha estava só um ano de tacho, agora entra outro para nos continuar a dar música.

  2. No site da Câmara consta isto:
    Adjunto do Gabinete do Presidente da Câmara Municipal: Dr. Pedro Miguel da Silva Gonçalves
    Remuneração: 2.087,87 € – sobre este valor incide a redução remuneratória que vier a ser fixada em diploma próprio.
    E-mail: [email protected]

  3. Acabou ” a missao ” dele, na campanha eleitoral era porreiro ter um rapaz conhecido de todos, que diziam ter feito qualquer coisa nas piscinas em Patais. Agora quero ver é o tacho que vai ter, ou o que lhe vão pagar para ele se ir embora sem ” se chatear com as comadres”.
    O Padre lá ganhou mais uma luta interna, não o queria por lá, e conseguiu.
    O próximo pau mandado com futuro tacho já vem com outra missão, porque agora o circo é outro.

Comentários estão bloqueados.