Coisas que não encaixam

Categoria Nelson by Curioso8 Comentários


Há coisas que são difíceis de entender. Não conhecemos o que é necessário para que se criem as Unidades Locais de Protecção Civil. É um assunto sobre o qual nunca nos debruçámos e acreditamos que haja quem saiba do assunto bem mais do que qualquer um de nós. Há dias lemos um dos entendidos afirmar que “as ULPC só terão enquadramento no âmbito da Proteção Civil Municipal, não é competência da Junta de Freguesia. É uma proposta a ser aprofundada nesse contexto, porque não?!“. Referiu que “devem ser coordenadas a partir do SMPC, parece-me, já que as Freguesias não têm essa competência legal“. Ficámos com a ideia de que as ULPC não podem ser criadas pelas Juntas porque não é a sua competência. Há uns minutos lemos, escrito pela mesma pessoa, que “Na Assembleia de Freguesia da Marinha Grande o #MpM absteve-se, inviabilizando assim uma proposta para a criação de Equipas Locais de Proteção Civil. Dias depois… Na Câmara Municipal o #MpM crítica a Câmara por não ter avisado devidamente a população para os ricos da tempestade Leslie! Não seria para esse fim que serviriam as Unidades Locais de Proteção Civil?!“. Foi aí que ficámos baralhados! Então se as ULPC não são da competência das Juntas, como se pode reclamar a sua criação ou criticar quem possa ter inviabilizado essa criação? De certo modo esperamos que quem faz parte do GAP não diga um dia uma coisa e depois diga outra apenas porque politicamente isso é conveniente. Espera-se menos que o Adjunto comente sem que tenha ainda expressado uma opinião a não ser a de ter cartão de militante. Há coisas que não encaixam, ainda menos quando vêm de quem não esperamos que alterem a opinião “dias depois…”. Independentemente da coerência ou falta dela de uma das forças políticas, é estranho quando se lêem criticas pela existência de falta de coerência quando essas criticas são infirmadas por afirmações anteriores!


Seguir
( 4 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Avatar

    Não se percebe o que escreveu. Se era para não dizer nada, não valia a pena ter escrito

  2. Vilas

    Caro Curioso,
    Compreendemos o quer dizer, mas aqui foi dito em dois órgãos diferentes e por pessoas diferentes!
    É, será, um dos problemas dos pequenos partidos e dos movimentos… a falta de meios inviabiliza por vezes a coordenação e a comunicação entre os membros da mesma força!

    Terá sido esse o problema…acreditamos que sim!

  3. Avatar

    Pequenos partidos??? Kkkkk Caro Vilas, fico com a impressão que o meu amigo também está com problemas, mas uma coisa é certa o seu mpm tem dado uns valentes tiros nos pés

    1. Vilas

      Caro Home7
      Quando referimos “pequenos partidos” estávamos a generalizar! Entendido?

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address