CMMG

Algo nos diz que a reunião de amanhã vai ser quente! Irá ser interessante ver quais as justificações que irão ser dadas pelos que têm pelouros para tudo o que tem deixado de ser feito. Amanhã parece-nos que será o dia ideal para que os que estão na oposição deixem de lado as parabenizações e tempo com cumprimentos ou apartes e se concentrem no que é realmente essencial para que não fiquem assuntos sem serem abordados. Quase um ano depois de terem tomado posse, chega de tanta complacência. Acima de tudo será interessante ver as caras dos que decidem, isto se não forem com elas tapadas pela vergonha que deveriam sentir por tudo o que se está a passar.


Seguir
( 9 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

57 Comentários

  1. Curioso,
    Andam para aí comentadores a utilizar termos menos próprios e a incitar a violência e o Sr. Anti Spam, faz vista grossa, ou está de baixa? A página foi “invadida” com banners de propaganda, apelando à agitação popular. É publicidade paga ou spam?
    Tem de ter mão firme e para com os “ataques” que fazem à página do Largo das Calhandrices, já chegaram os dos meses de julho e agosto.
    Alguma desorientação e incompetência reina no Largo das Calhandrices, pois não consegue manter a autoridade deste espaço, como sempre apregoou e lá se vai a reputação que granjeou ao longo de todo este anos.
    Cumprimentos,

    • Caro O Observador. O comentário que refere apelar à violência apensa pode ser entendido como um desabafo. Se fosse um verdadeiro apelo a violência naturalmente que não seria permitido. Quando ao banner que refere, é apenas um apelo a que as pessoas que aqui vêm deixem de estar atrás de um computador e digam ‘presente’ numa reunião de câmara onde é o local onde se discutem os assuntos de interesse para o concelho. Nunca como agora é necessário que os munícipes intervenham, comparecendo numa reunião. Não há qualquer apelo a agitação popular. Há sim apelo a intervenção popular, algo que tem faltado e tem levado a que estejamos como estamos.

    • Caro Curioso,
      Numa acção pedagógica, dentro da linha de conduta que lhe é reconhecida, podia publicar, ente aspas, a legislação sobre a participação do público nas sessões do executivo camarário, para que as “mães”, na sua ânsia de verem resolvidos os seus problemas e da filharada, não façam a mesma figura triste daquela pobre indigente, tão sua conhecida.
      Cumprimentos

      • Caro O Observador. Aos munícipes, não é permitido intervir, excepto os que estejam inscritos. Isso não significa que não possam comparecer e obrigar os que decidem a darem as respostas olhando-os nos olhos.

      • Caro Curioso,
        Tal e qual a sua amiga indigente, ou esse assunto mal esclarecido é tabú?
        Cumprimentos

      • Caro O Observador. Que tem uma coisa a ver com outra? O assunto não está esquecido, resta saber se quem decide irá querer esclarecê-lo ou se irá ameaçar chamar a policia.

      • Caro Curioso,
        Só lhe digo isto porque, como sabe, a pobre indigente não falou no período destinado ao público, interrompendo a sessão, numa total falta de consideração para com as instituições democráticas, daí que a Dona Cidália, fizesse a observação que fez. Ou os “esquecimentos” do Curioso são seletivos?
        Como apoiante dos bons costumes e do bom funcionamento dos orgãos democráticos, que sei que é, estou apenas a lembrar-lhe, que é de toda a importância informar as “mães” para não incorrerem no mesmo erro.
        Podia até transcrever a legislação sobre o assunto, contribuindo pedagogicamente, como tanto gosta de fazer, para esclarecer os munícipes.

      • Caro O Observador. As regras do regimento são para cumprir. Os munícipes devem saber como se comportar nas reuniões, mas não significa que tenhamos que ver com bons olhos a atitude da Presidente de ameaçar com a PSP para que, desse modo, cale um munícipe, seja ele qual for. Ter-lhe-ia ficado melhor ter saído do seu lugar, chegar junto da munícipe que falou e, em vez de lhe dar quase ordem de expulsão, lhe por a mão sobre o ombro e dizer que falariam a seguir. Teria criado um ambiente de paz e não de guerrilha, como parece querer manter as reuniões. É assim que actuam as pessoas com coração. Os regimentos são para cumprir, mas o dever de resposta também o é e, tanto quanto é público, faz-se muita questão em que o regimento seja cumprido, mas quando se trata e dar respostas dentro do prazo que a lei impõe, há sempre quem se esqueça.
        Quanto ao que refere, o regimento é público e pode ser lido aqui. As mães ou pais que possam amanhã comparecer na reunião deverão respeitar o regimento, o que não significa que não possam manifestar-se. Sabe que é muito difícil calar alguém quando se tem razão. Se a Presidente fosse como o seu ‘chefe’, o Costa, até faria como ele fez há uns tempos quando aceitou tomar conta de uma criança porque os pais não tinham onde a deixar. Claro que sabemos que isso aconteceu porque se tratava de alguém conhecido, mas um eleito deve, acima de tudo, saber dialogar e não impor a sua autoridade. Infelizmente tem-se notado que a Presidente é muito pouco hábil nessa matéria.

      • Sr. Curioso,
        Se ler o regimento e a legislação que lhe dá suporte legal, devia saber que não é permitido ao público intervir fora do tempo que lhe é destinado, muito menos manifestar-se, por muita razão que julgue ter. Veja lá vá estudar devidamente os assuntos para não induzir em erro os leitores do seu blogue. Já sabemos que o bloguista e sectário, mas ao menos seja coerente, pois está recorrentemente a “meter o pé na argola”, o que faz com que as suas postagens atinjam os limites do ridículo. Essa sua ideia de apelar a que a Presidente Cidália distribua “festinhas” pelos munícipes indigentes parece coisa de um devoto do Papa Francisco. Qualquer dia está a subscrever artigos como o do JPP, no JMG. Não seja ridículo e tenha alguma dignidade.
        Cumprimentos

      • Cara Serenela. Parece-nos que o facto de se tratar de alguém indigente a afecta muito. Será que segue o mesmo critério que parece ser usado nas reuniões e que levam a que quando se trata de alguém com prefixo no nome seja permitido que fale e até entre em diálogo? É que, para nós, ali todos são iguais, são munícipes. Quando teima em usar o termo “indigente” para definir uma pessoa soa-nos mal, mas de algum modo explica a sua aversão a que a Presidente possa ser condescendente com quem se calhar nunca pôde ler o regimento e espera da autarquia uma resposta e não tanto um raspanete. E sim, achamos que teria ficado bem à Presidente trazer ao de cima o coração que dizia ter na campanha e que parece estar congelado.

      • Caro Curioso,
        Essa senhora Serenela, está sempre a encostá-lo à parede, e tenho que dizer, com razão, pois, você farta-se de por a “pata na poça”. Sempre que calha, acompanho os comentários dela, e noto que ela “desmonta” completamente os seus fracos argumentos. Mas uma coisa tenho que reconhecer; acabo de repararar que o Curioso afinal é um ser muito sensível! Podia até, em vez de estar sempre a criticar a pobre e dedidada presidente Cidália, acarinhar a dita senhora dando-lhe todo o apoio, que ela certamente precisa, como incompreendida que é. Em vez de lhe dar raspanetes, abria esse coraçãozinho que tem e apoiava a incompreendida senhora com palavras de motivação. Ia tomar um chá ou um café com ela, coisa que fica bem a qualquer um e depois até podia escrever, já vi que tem jeito, um artigo na linha do JPP, no JMG.
        Cumprimentos e Amém

      • Caro O Observador. Acha que sim, que encosta? Compreende-se porque acha que estamos a ser bem governados! Qualquer coisa serve para o convencer.

      • Caro Curioso,
        Temos de dar razão a quem tem razão. Essa tal a senhora Serenela viu a asneira que o Curioso fez, com o tal artigo da indigente. Disse-lhe que você omitiu os factos e aldrabou os leitores. Ela argumentou inteligentemente e enterrou o Curioso, que além de não admitir, o óbvio, erro que cometeu, quanto mais tenta argumentar mais se esbardalha. É pá todos podem cometer gafes e desta vez calhou-lhe a si, acontece. Um pouco de humildade ficava-lhe bem. As pessoas dão-se a conhecer não pelos erros que cometem, mas pela forma como os admitem e os resolvem, deixe lá de ser estúpido.
        Cumprimentos

      • Caro Curioso,
        E olhe que a mulher tem razão, veja lá o que escreve e não faça com que as mães arranjem problemas “o que não significa que não possam manifestar-se”, vá ler o ponto 6 do artigo 6 do regimento. Depois não venha para aí com o argumento da condescendência e essas lamechas, que você também não é manso com a Cidália.
        Cumprimentos e durma bem, quem tem muito para aprender…

  2. Está na hora de deixar as boas educações e passar a falar do que é preciso, um rumo para este concelho. Os marinhenses estão fartos desta equipa inerte que está à frente da câmara com diques ditatoriais.

    • Caro Nuno Agostinho,
      Isso mesmo quem fala assim só pode ser um CAMARADA.
      Vamos acabar com as medidas anti-spam do macaco cretino e hipócrita, com tiques ditatoriais, armado em porteiro da educação e dos bons costumes.
      CAMARADA Agostinho, junto a minha à tua voz.
      AVANTE

  3. Caro Observador,
    Você não percebeu! Isto é obra das novas 5ºs colunas do PC. Vieram desencabrestados lá da festa do avante, arranjaram uma desculpa para mobilizar as “mães” e deram ordem ao seu Avante local para propagandear uma acção popular, como nos bons velhos tempos, para impressionar o pessoal da “velha guarda”!
    Cumprimentos

  4. A próxima sessão, vai ser hilariante! A Alexandra e o Aurélio vão ficar sem saber se se sentam na mesa ou nos lugares destinados ao público……

  5. Creio que se estará a politizar de mais este assunto.
    Quando falamos de escolas, nao podemos politizar. Temos de estar sientes de que as coisas estam mal, mas neste momento politiza las nao sera saudavel nem,vantagoso .
    O executivo agiu tarde, mal e sem criterio, isso é um facto. Nao quiz ouvir quem durante um ano inteiro apelou para que as coisas fossem diferentes!!!!!
    Agora tera de arcar com as consequencias! Mas pela sociedade no geral e nao pelos partidos ou movimentos. O problema é SOCIAL, DE TODAS/OS!!!!!!

    1
    1
    • Caro Alexandre Silva, no PCP não ensinam a escrever em Português?

      O Alexandre Silva mais um tal de Alexandre Franco devem ter vindo da festa do Avante com uma dose forte de revolucionários. Vão amanha juntamente com os camaradas comunas iniciar uma revolução e tomar a câmara municipal para liderarem.
      Mas enganam-se se o PS sair quem entra é o MPM.

    • Oh Alexandre Silva, o CAMARADA é um pensador mobilizador, verdadeiramente politizado!
      O único problema é que o CAMARADA não pensa nada de jeito e de política não percebe nada.

  6. Curioso, o seu comentário das 15.35 teria fundamento se estivesse a falar de uma pessoa com coração a quem o poder não tivesse subido à cabeça. A Cidália está a revelar ser o que os que a conhecem já estavam à espera. É a eterna professora primária que apenas se habitou a lidar com crianças a quem podia mandar calar quando queria. Com adultos, como não consegue, ameaçar com a policia é a única solução que tem para esconder a sua incompetência.

  7. Parece-me que estamos a sair do essencial, o que temos a exigir são soluções para sair do fosso que este executivo nos atirou, afinal a partir de amanhã não temos onde deixar os nossos filhos antes e depois das aulas. O Executivo tem de ter uma solução para isto. Depois há que exigir respinsabilidades.

  8. Está malta da defesa do executivo continua a pensar que aqui o pessoal não percebe das coisas. Não tentem manipular e falar de outros temas para desviar conversa. O tema central é: o executivo está a trabalhar mal. Não adianta falar do largo do avante etc…têm de ser chamados a razão custe o que custar e doa a quem doer. Ok senhores oficiais da propaganda!

  9. Espero que os pais e mães cumpram a legislação do regimento da reuniso de camara, da mesma forma que a camara cumpriu a legislação sobre os as AAF e as CAF dos seus filhos

    • Caro Anónimo. É possível que tenha sido cumprida a lei, mas a verdade é que amanhã os pais, se quiserem deixar os filhos na escola, não têm quem cuide deles. Tão importante como cumprir a lei é fazê-lo de modo a que as necessidades sejam satisfeitas a tempo. Não foi o caso.

    • CAMARADAS,
      Tudo isto é um falso assunto. O que essas mães indignadas podiam fazer, era seguir o exemplo da revolucionária camarada vereadora Alexandra e colocar as crias no CLIC e no Pátio da Inês, assim já não tinham problemas destes.
      Quem sabe, sabe! É de aproveitar a sessão do executivo e transformar a mesma numa sessão de esclarecimento do partido, tomando a palavra a camarada Xana para ela explicar ao povinho como evitar este tipo de constrangimentos, fruto da sua experiência pessoal.
      AVANTE CAMARADAS

  10. Estes tiques da legislação e da burocracia são o bloqueio que os mangas de alpaca utilizam na função pública para fazer nada.
    Não queremos burocratas queremos pragmatismo. Se fossemos pelas leis a celia está a cometer uma ilegalidade com as refeições perante o tribunal de contas.
    Trabalhem e deixem-se desculpas.

  11. As pessoas que esqueçam os partidos….Esta situação, como todas as outras, demonstram falta de competência. A começar pelo fantástico adjunto requisitado à Piscina de Pataias. Enquanto olharem para as cores dos partidos e não para as provas dadas pelas pessoas e o seu respetivo currículo real (não é o papel que se entrega no emprego), estas situações vão ser recorrentes….

  12. Macaco Curioso,
    Você é o exemplo acabado da incompetência!
    Vem um cidadão honesto dar uma voltinha pelo largo, para desentorpecer a mente e apanha nas trombas com banners de propaganda do PCP ou coisa que o valha.
    Foi comprar o anti-spam na festa do avante ou estava lá na caixa forte do partido, desde o fim da guerra fria?
    Cumprimentos e vá tirar uma formação com os pioneiros do partido, para ver se cresce.

    • Caro O Indignado. Está muito preocupado com quem possa ir estar na reunião! Acha que os eleitos não vão saber dar conta do recado? Afinal basta fazerem como têm feito, atirar as culpas para os outros ou dizer que vai ser resolvido já a seguir.

    • Macaco Curioso,
      Tudo bem, mas por via das dúvidas, convém sempre dar directivas de orientação política, não vá o Povo ter alguma deriva reaccionária e voltar-se contra o partido ou haver algum aproveitamento dos falsos oposicionistas de direita.
      E essa coisa do anti-spam, funciona ou não funciona. É que o pessoal está sempre a apanhar com banners na tromba e já anda farto disto. Todos sabemos que no largo é uma cambada de comunas, mas ao menos um banner vermelho com uma foicezinha e um martelinho amarelos era mais coerente. Porte-se bem e não desiluda a velha guarda do partido.
      Anónimo anónimo, mas não tanto! A propósito, como correu a última vigília à porta do ICNF?

  13. Sim o tema é este. País e mães preocupados. Esqueçam os spam e os comunas. Isso é linguagem do cantor que é a coisa mais burrinha que ouvi falar até hoje. É a lili Caneças em versão masculina.

  14. Caro Curioso,
    O Alexandre, coitado, está uma “mãe” com problemas hormonais! O Dona Cidália até que foi muito compreensiva e interrompeu a sessão para a “mãe” Alexandre esperar que as hormonas se acalmassem, coisas de mãe. Apesar de tudo, protificou-se a recebê-lo após a sessão. Comportamento admirável, o que demonstra o bom coração da nossa presidente…
    Agora só achei estranho a camarada Lara Linuska, apesar da orientação política acreditar no Pai Natal, assunto a ser abordado numa próxima reunião do Komite Local.
    A camarada Xana Dengusha está igual ao que conhecemos e não sugeriu a opção do CLIC….
    Cumprimentos

    • Caro Curioso,
      Seja como for a Presidente Cidália foi exemplar e mostrou compreensão, por aquela “mãe” com distúrbios hormonais e o bom coração que tem…

  15. Isto é muito mau.
    Foi ilariante o modo como a Celia deu explicações sobre a sua atividade paralela, isto é, Vereadora/Peixeira. Só faltou, como as suas antepassadas, levantar a saia e bater no dito, para tornar mais verosímeis as suas confissões. Mas valha-nos o progresso, agora temos peixeiras / professoras licenciadas com prática na matéria, pena não termos Vereadoras / Professoras / Peixeiras que da matéria só sabem de peixe, como se vem demonstrando no desempenho no pelouro da educação.
    Nada temos contra peixeiras, professoras ou vereadoras desde que desempenhem qualquer uma das funções com competência e responsabilidade.

  16. Isto é muito mau. Tem razão isto anda muito mau e tudo trocado veradoras/professoras/peixeiras em cargos municipais, veja só para cúmulo que até hoje em vez de uma mãe indignada, apareceu um sujeito com problemas hormonais, todo histérico que até arrepiava, e não se calava, até parecia peixeira, só lhe faltou levantar a saia!

  17. A manifestação de hoje, convocada para as 14h30, no Salão Nobre do edifício da CM, foi um fiasco. Esse tal Alexandre Silva não tem qualquer capacidade para mobilizar os militantes do partido, muito menos umas pobres mães indignadas.

  18. Caro Curioso, queira explicar, que você é um personagem com grandes faculdades argumentativas e é sempre bom todos nós aprendermos com quem sabe.
    Sendo um macaco Curioso, qual o seu problema com coelhos Gay. Algum trauma?
    Agradecido e cumprimentos

    • Caro O Indignado. Não há nenhum problema com o que quer que seja. Como já antes referimos, comentários idiotas são classificados como spam. Se quer comentar de forma construtiva, o LC é todo seu. Se quer gozar ou descer o nível da discussão, é dispensável a sua presença e os seus comentários. Para peixeirada já bastam as reuniões de câmara. Baixámos o nível de controle de spam quando nos pareceu que poderiam alguns comentadores falar como gente séria. Não quiseram aproveitar para fazer discussão produtiva, voltámos a elevar o nível.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário