+ ConcelhoBECDUMpMPSPSD

Do que foi possível tirar da Assembleia municipal da passada sexta-feira, concluímos que do que ali se diz, pouco ou nada contribui para a Marinha Grande.

No PS, a Margarida Henriques e a Ana Martins, são competentes, não falam. O Frederico Barosa, quando já íamos a caminho das duas da manhã, deve ter percebido porque as reuniões de camara são tão longas, quando a presidente fala mais de uma hora, do nha nha nha, até conta coisas tão importantes como as que o Alvaro Pereira era vereador coveiro “enterrava os mortos”. O João Paulo Pedrosa, profundo conhecedor da terra, consegue identificar 99,9% de pessoas na Marinha que não têm condições para pagar os livros, são pobres, e o Curto Ribeiro, está enfadado com o que dizem, até os dele.

Da CDU o Andre Fernandes nem uma moção consegue ler e a Maria Loureiro cada vez que fala é tão maçadora que nos embala.

O Artur Santos do MPM diz que quer fazer projeções na Assembleia e o Carlos Wilson, diz que há deputados que falam para se notar.

A Maria João e o Luis Branco ainda não perceberam que aquilo que andou a fazer no mandato anterior o vereador do + concelho, as pessoas não querem.

O Nuno Machado do BE queria que a Camara desse livros aos meninos do Clic

A Margarida Balseiro do PSD, vai ali, mas percebe-se que o seu jogo é no campeonato nacional.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

11 Comentários

  1. Eh eh eh que excelente texto. Parabéns. É isto mesmo. Não me voltam a apanhar lá. Aquilo é uma valente seca e parece que são escolhidos a dedo, cada um pior que o outro. Gente com mau aspecto, gente que nem ler sabe, uma tipa com uma voz irritante, assuntos da treta, prepotência de quem se acha importante só porque estão ali. Enfim, todos a ganhar à nossa custa. Paga Zé Povinho.

  2. A Susana esteve a presidir. E muito bem!
    Até ao momento em que deixou a Cidália pregar a seca do costume, com uma conversa que não lembra o Diabo. Que tristeza. Nha nha nha…

  3. Volta Salazar… tudo isto funcionava… havia alguém que mandava … e alguém que obedecia…. mesmo que fosse à força…

  4. Pela curiosidade fui ver na net.
    Como é possivel apoiar o que ouvimos da Cidália do Caetano e da Célia sobre alguns assuntos:
    Pré das Trutas: “correu mal” – Célia
    Creche da ivima: “correu mal” – Cidália
    Escola do Pilado: “foi horrível era melhor nunca ter acontecido” – Caetano
    Acordos com as Juntas: “estao na Câmara ainda nao foram para o Tribunal de Contas” – Cidália.
    E caso para dizer PORRA que afinal nada correu bem

  5. O que mais me impressiona é que a responsabilidade é sempre dos outros, seja dos empreiteiros ou dos fungos como foi o caso dos relvados.
    E os apoiantes socialistas que falam, ficam ridiculos a defender o indefensável

  6. E a lista das obras? Quase todas iniciadas ( tarde e a más horas, é certo) no mandato anterior ! E vêm vangloriar-se como se fossem suas! O JPP fica ridículo naquele papel…

    • “O JPP fica ridículo naquele papel” caro anónimo, naquele papel?…
      Ele não tem outro, ele é o ridículo em pessoa. Como é possível uma pessoa, que em tempos teve o mínimo de bom senso, chegar a este ponto?
      Melhor teria sido que cumprisse o que no final do mandato anterior, e num momento raro de lucidez, afirmou que iria abandonar a AM.

Comentários estão bloqueados.