CMMGGovernoPSSaúde

Quase um milhão de euros é quanto vai custar a remodelação do Centro de Saúde. A câmara comparticipa com metade e, quanto a isso, não há muito a dizer. Estão a fazer o que tem que ser feito. O problema reside no facto de, também nesta matéria, o Governo do Costa ser parco em soluções e descarregar para cima da autarquia encargos que não deveriam ser seus. A saúde é da competência exclusiva do Estado, do poder central. O que se vê é a incapacidade do Governo de resolver o problema da saúde e termos que ser nós, munícipes, a abrir mão de verbas que deveriam ser destinadas a outros fins para que se dê uma ajuda ao Governo. Naturalmente que a decisão da câmara de comparticipar tem que ser aceite e até se entende que assim tenha sido feito porque entre não haver nada e haver alguma coisa, ainda que com sacrifício dos cofres autárquicos, haveria que escolher a solução encontrada. O que se vê é que não temos Governo que faça o que é necessário. Foi assim na questão das matas e do bloqueio de estradas, está a ser assim com as obras no Centro de Saúde. Naturalmente que acreditamos que se o Governo não fosse da mesma cor da da câmara as facilidades que são dadas não existiriam e alguma voz contra se iria levantar. Como a cor é a mesma, há que não levantar ondas e esperar que ninguém ache estranho dinheiro autárquico ser usado para obras do Estado, geridas pelo Governo e nas quais a autarquia não tem qualquer tipo de intervenção ou poder. Muito provavelmente agora só virão aqui elementos do Governo quando for mais próximo das eleições ou daqui a um ano, quando a obra estiver quase concluída, mas seria interessante que alguém do executivo – e referimos à oposição, porque já se sabe que os vereadores com pelouros não o irão fazer – questionassem os governantes quanto ao facto de o Governo PS não assumir as suas responsabilidades e forçar a câmara a ter que comparticipar uma obra que lhes pertence. Seria bom que quando o Costa aí aparecer com aquele sorriso que lhe é conhecido (que soa sempre a sorriso de velhaco) alguém lho fizesse perder por aquilo que deveria fazer e não faz.


Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

14 comentários

  1. Ora aqui está uma visão muito realista da actualidade. A Presidente da Câmara quando questionada sobre a falta condições, de médicos, funcionários e técnicos do Centro de Saude, diz sempre que isso é um assunto do ministério da saúde, agora para pagar as obras, o assunto já é também da Câmara.
    Como atrás foi dito, espero que os Vereadores da oposição façam o seu trabalho e questionem quem de direito.

  2. Um comentário ao desabafo. Largo não se deixem ir em armadilhas. Eu avisei que os oficiais de defesa iam aparecer. A técnica é tentar descredibilizar o largo. Não dêem importância. Eles estão em pânico.
    Eles sabem que a população está revoltada e tudo vão fazer com contra informação, especialmente o cantor que estava desempregado. Por isso força aí sem medos.

    • Anónimo, não desabafes que te cansas. Não te deixes destabilizar, nem entres em pânico. Deixa de ir ao McPalha’s e faz uma dieta de alfarrobas, que ajuda a retrasar os efeitos das doenças cerebrais. No teu caso não cura, mas ajuda. Se tiveres dificuldade em roer, bate os casquinhos e abana as orelhinhas, não ajuda mas faz-te parecer inteligente. Por isso força aí sem medos.

  3. Pois afinal, o burro apareceu. Sabemos agora quem anda aqui a mandar umas bocas. Devia meter a mão na consciência e admitir a suas debilidades quer tecnica quer mental. Como sabe as pessoas conhecem e de facto a inteligência é coisa que não tem. Por isso ao menos resguarde-se senão vem bomba.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário