CMMG

Jornal da Marinha

  1. MODELO DO ICNF ESTÁ ESGOTADO

No Jornal da Marinha desta quinta-feira, pode ler-se que (mais uma vez!), Miguel Freitas – Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, veio de novo á Marinha Grande a fim de participar, desta vez, num WORKSHOP.

Os resultados deste “workshop” não conhecemos, e acreditamos que nunca venhamos a saber, mas presumimos que sejam iguais a… ZERO!

O Pinhal do Rei precisa de trabalho e não de conversas. Conversas que já todos conhecemos, pois não passam de blá blá blá!

Nunca se resolve nada, adia-se para as calendas! Sua Ex.ª o Secretário de Estado falou da Comissão Cientifica e do seu excelente trabalho que vem realizando, e é caso para se perguntar: – Quantas vezes já reuniram nestes nove meses já passados? Ninguém sabe certamente! Quais os resultados que já saíram destas cabeças pensantes? Adiantou ainda que “iremos ter uma mata mais resistente”! Então não era resistente? Quantos séculos resistiu? Só não resistiu ao abandono… a que foi vetado!

Disse ainda que o modelo do ICNF está FALIDO DE ….PESSOAS! Que necessita de mais gente para replantar o Pinhal! Como, mas já teve alguém? O que já replantou o ICNF?

Para além da venda da madeira e da arrecadação dos euros não lhe conhecemos mais nenhum trabalho.

    2. CÂMARA ASSEGURA A LIMPEZA DE TERRENOS JUNTO ÀS ESTRADAS MUNICIPAIS

Ainda na mesma página do referido jornal pode ler-se que a câmara (só agora), vai proceder à limpeza das bermas das estradas municipais, assim como cortar a copa das árvores e assegurar a recolha dos sobrantes. Segundo sabemos ainda não houve nenhum fogo, mas, se tivesse havido? Quem seriam os responsáveis?

  1. PARQUE MÁRTIRES DO COLONIALISMO

Enquanto isso o abandono a que está vetado o Parque dos Mártires do Colonialismo é uma realidade e que as fotografias publicadas no JM documentam. Por aqui se vê como os responsáveis tratam do património da cidade.

  1. QUEDA DE ÁRVORE NO ENGENHO

Por último, este jornal dá notícia da queda de uma árvore no Parque do Engenho em cima de uma viatura.

Se servir de “consolo” adianta a notícia que a árvore já estava assinalada para …abate! Azar..!

Azar teve o proprietário da viatura que se encontravam à sua sombra no fatídico momento em que ela veio abaixo, danificando a mesma.

Para concluir, se juntarmos a esta já longa lista, a palmeira que foi cortada, encontrando-se apenas o seu pé, e as várias reclamações efectuadas por vários munícipes nas reuniões do executivo sobre árvores por podar, por limpar e outras para abater, seria bom o que o Sr. Carlos Caetano desse “corda aos sapatos”, e fizesse alguma coisa… porque o que tem feito é muito, mas mesmo muito, poucochinho! Não basta dizer que “já estava programado” ou “é a seguir” frases que usa sempre quando lhe expõem um problema.

Idem para a Srª Presidente… mexam-se!

A MARINHA GRANDE assim o exige!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário