Gestação

CuriosoCaetano, CMMG6 Comentários


Todos sabem que um bebé demora nove meses a nascer. Não pode ser o medico/a que ajuda o nascimento do bebé a colher os louros de todo o ‘trabalho’ de gestação. Quando se visita o perfil do Facebook do Caetano ficamos com a ideia de ele se coloca na posição de colhedor de louros de algo que não fez. No seu mural podem ver-se uma séria de obras em curso como se elas tivessem sido gestadas no seu mandato. Perante tanta obra anunciada, fomos dar uma vista de olhos e ver quais delas tinha sido gestadas no seu ventre, melhor dizendo, durante o seu mandato. E assim, por obra concluí-se que: Rua da Almoinha Velha: em Agosto de 2017 foi adjudicada obra e em Setembro de 2017 foi aprovado plano de segurança e aprovada minuta de contrato, mas só agora está em execução; Escola básica da Moita: foi aprovada em Janeiro de 2018; Rua Ferreira de Castro, junto às tendas do mercado, é de 2018; Pavilhão Nery Capucho: foi adjudicada em Setembro de 2017 com um prazo de 60 dias para execução, que apenas agora está em curso; ampliação da zona industrial: projecto iniciado em Dezembro de 2016; requalificação blocos habitacionais (Casal do Malta): em Agosto de 2018 foi aproado o pedido de autorização prévia: Rua da Vitoria: foi aprovada a sua realização na 1ª revisão ao orçamento de 2017; Rua do Repouso: depois de muito se ter falado, de muitas reclamações, em Setembro 2017 foi cedida a última parcela para alargamento da rua, mas só agora a obra foi concluída; saída norte da zona industrial: em Dezembro 2016 foi aprovado projecto. Ou seja, muito pouco foi gestado no seu mandato, sendo quase tudo obras que vêm desde há muito a ser enroladas nos corredores da câmara. Poderá dizer-se que o mérito foi seu por terem sido postas em execução, tal como o PS afirmou há dias sobre a obra da Rua do Repouso, mas, a ser assim, poucos são os executivos camarários que, tendo dado início a projectos que não conseguem concluir no tempo do mandato, se possam vangloriar de fazer alguma coisa. Tal como um bebé, há um momento em que têm que nascer e, neste caso, foi quando o Caetano está com o pelouro. Além disso, a Cidália faz questão de dizer que apenas estão na câmara desde Outubro pelo que fica mal tentarem colher frutos do que já vem de trás. Seria, por isso, importante que se definissem quanto a: se é para colher louros do trabalho que vem de trás (desde há muito, em alguns casos) e aí não podem querer dizer que só começaram em Outubro; ou, se é para colher os louros, aí já têm que arcar com o facto de nem todos serem ‘virgens’ nas andanças da governação camarária e, como tal, deverão assumir os erros do passado e a inércia que tem existido ao longo dos últimos anos. Uma coisa é certa, o Caetano tem feito questão de dar a conhecer o que tem sido feito. Fica a esperança que comece a dar a conhecer o que falta fazer e coloque online a tal folha de Excel que disse que iria disponibilizar.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

6 Comentário em “Gestação”

    1. Curioso

      Caro Anónimo. Possivelmente não, mas será que algum dos que comenta se candidatou e fez ou faz promessas de resolução dos problemas?

  1. Avatar

    Da minha experiência posso confirmar que para marcar uma reunião com o Caetano para tratar de um processo de obras tive que ir á Câmara 5 vezes num período de 4 meses…quando as reuniões finalmente aconteceram…há muita “simpatia” e “boa vontade”, o que realmente tem acontecido como resultado dessas reuniões ?…nada ! Esta é a verdade !

  2. Avatar

    Felizmente daqui a uns anos ninguém se vai lembrar deles. Estão a prazo e nem imaginam o mal que estão a fazer a marinha.

    1. Curioso

      Caro Anónimo. O problema dos políticos é que eles são como a varicela, é doença que não mata, passa, mas deixa sempre marcas.

Leave a Reply