CMMG

Quando se sobrepõem imagens sem grande cuidado dá nisto, fica tudo desfocado. Foi mais ou menos o que ontem aconteceu nas duas reuniões extraordinárias que tiveram lugar na câmara. Os que mandam parecem ver a realidade desfocada e foi necessário a oposição intervir para que algo ficasse mais nítido. Para definir atribuição de apoios para clubes que agora vão estar na primeira divisão houve necessidade de fazer uma reunião e logo de seguida fazer uma outra, isto porque a oposição quis que fossem feitas alterações às regras que definem as atribuições. Já na última reunião de câmara tinha ficado fácil de perceber que estão a atribuir apoios com base em regras que vêm quase do século passado, mas ontem a oposição não quis que se continuasse a fazer o que se tem feito e encostou os que mandam à parede. Sem que os três percebessem muito bem o que se estava a passar e sem que tivessem conseguido dar algum contributo, a oposição uniu-se e fez aquilo que poderia / deveria fazer em muitas outras situações. As regras estão alteradas sem que se possa dizer que foi por mérito ou sequer iniciativa dos que mandam. O andebol tem apoio e agora quando qualquer outra modalidade federada se quiser candidatar já poderá fazê-lo e saber aquilo com que pode contar. A Cidália nada fez para que isso acontecesse e, mais uma vez, ficou patente que dali pouco ou nada se pode esperar em termos de inovação ou de tentativa de resolver os problemas. Se se tivesse que esperar pela iniciativa dos que mandam, nada teria sido mudado. Os clubes que tenham equipas na primeira divisão podem, a partir de ontem, contar com mais apoio do que tinham até agora.


Seguir
( 5 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

12 comentários

  1. Que seja um de muitos acordos da maioria na Câmara… ou seja, a dita “oposição”. Se quatro quiserem, três não mandam. Para mim, que não me revejo neste ps que foi eleito, fico muito feliz que isto comece a acontecer. Assim, a Marinha vai avançar.

  2. Vamos fazer aqui um ponto de ordem.
    É interessante o acordo para apoio aos clubes, no entanto parece-me que a marinha grande tem temas bem mais importantes que estes. Chegou a hora do executivo e a oposição deixarem de andar a brincar a política. Ou atinham todos ou a população vai tomar medidas sérias, e vão todos para casa descansar. Algo tem de mudar…

      • Existe um movimento interessante, para esta causa. Se tudo continuar como está, existe uma forte possibilidade de haver eleições intermédias. Vamos acompanhar

    • Caro Anónimo
      A solução, mais óbvia seria a demissão da Sr.ª Presidente, ou então a oposição formar uma espécie de “Geringonça”!
      Pelo menos em alguns temas! Mas, também seria necessária uma oposição mais interventiva e que apresentasse propostas para o concelho.

      Cumprimentos

  3. Muito bem, esperemos, urgentemente, que as alterações aprovadas venham a discussão pública, sejam de novo aprovadas pela câmara e pela assembleia municipal, publicadas no diário da republica, como manda a lei e se cumpra o que foi decidido.
    Vamos estar atentos se a cidália, a quem compete cumprir o que foi decidido , não irá fazer “veto de gaveta” e protelar a entrada em vigor das alterações aprovadas, não cumprindo os tramites impostos por lei.
    Mas, e até lá… vão os clubes ficar sem apoios, já que as novas alterações só podem ter execução depois de publicadas no diário da republica e as condições de atribuição do regulamento foram revogadas com a decisão de alteração?

    • Caro Anónimo. Parece-nos que não será como refere. A alterações que foram feitas são pontuais e não se trata de uma aprovação de regulamento. Esse está ainda na gaveta. Por outro lado, ainda que de um regulamento se tratasse, será necessária a sua publicação nos moldes que refere?

      • As alterações a um regulamento aprovado, anteriormente, (alteração das regras em vigor) terão de seguir os mesmos tramites desse mesmo regulamento.
        Também diz a lei que a agenda de trabalhos das reuniões dos órgãos autárquicos têm de ser tornadas publicas com a devida antecedência, pelo que se pode constatar no site oficial da câmara a última reunião foi a 23 de julho, portanto o curioso deve estar equivocado, não houve qualquer reunião da câmara.
        Se houve não… terá sido secreta?????

        • Caro Anónimo. Não houve uma, houve duas! Não foram secretas, foram extraodinárias.

  4. Pronto já começou, mas há acordo ou não,
    Gente complicada.assim fica impossível trabalhar. Demitam-se todos, só burocratas da treta.

  5. Entretanto o tribunal de contas vem ver estes apoios e a legalidade deles
    Não está em causa o apoio…mas para certos clubes faz tudo e mais alguma coisa

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário