CMMG

Um dos problemas do Verão são as balanças. Há sempre uns quilos a mais. No caso da Cidália não sabemos se há esse problema, e nem temos nada a ver com isso, mas há um problema que está relacionado com elas! Ontem foi assinado um protocolo que visa dar um apoio suplementar às duas corporações dos bombeiros. O fundamento para esse apoio tem como base o “grande incêndio florestal” que o ano passado assolou o concelho. Naturalmente que o apoio peca por tardio e tudo o que possa ser dado aos que arriscam a vida por todos nós e procurando resolver os problemas que são criados por aqueles que mandam mal nas florestas é pouco. Há, no entanto, algo que não se percebe e daí o problema que nos parece existir entre a Cidália e as balanças! A balança não parece pesar de forma igual situações semelhantes. Trata-se de um apoio extraordinário que teve a ver com os incêndios. As duas corporações tiveram um desempenho que, tanto quanto se sabe, não merece reparos e ambas combateram os incêndios sem olhar aos meios ou ao local onde estavam a fazer o combate. Que leva então a que uma corporação receba 45.000 e a outra apenas 15.000? Que leva a que a corporação da Vieira receba apenas um terço do valor? Na reunião onde foi decidida essa atribuição não se ficou a perceber em que fundamentos assenta essa discrepância de valores. É que, mesmo que se usem os critérios que levaram a que o apoio regular às duas corporações tenha sido diferente, não se consegue compreender esta ordem de grandeza. Mas nada dito espanta! É mais um apoio que parece ser atribuído sem um critério bem definido.


Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

10 Comentários

  1. Há um critério que tem a ver com a eficiência financeira das corporações. A da Vieira graças à excelência dos profissionais que têm faz uma gestão mais cuidada dos recursos e por isso será menos necessitada deste apoio. Depois haverá outros critérios como a área de intervenção população etc. De qualquer forma é um pouco ingrato receberem menos por serem melhores a gerir recursos.

    • Caro Anónimo. É curioso referir isso quando na reunião a Cidália, quando questionada, não sabia qual o critério usado e, só depois de se ir informar, deu a explicação de que era o mesmo para atribuição do apoio anual, as, se verificarmos os valores, não bate certo!

      • Isto foi o que me foi explicado pela própria direção dos BVVL há largos meses. Portanto os critérios mantêm se tal como a disparidade de apoios.

      • Caro Anónimo. Mas quais critérios? O apoio excepcional agora atribuído é na proporção de 33,3% para os BVVL em relação ao atribuído aos BVMG enquanto o apoio normal foi de 37,9%. Qual é assim o critério que se manteve?

      • Mas que piada estar o Curiosa a falar em critérios. Os critérios só são úteis quando lhe interessa. E
        francamente, estar agarrado a 4 pontos percentuais é ridiculo

      • Caro Anónimo. Não entendemos! Desde quando estivemos contra a existência de critérios? Quatro pontos percentuais podem parecer pouco, mas fazem com que não se percebam os critérios usados. Consegue explicar para que possamos entender quais os critérios usados?

  2. Como é possível que a Cidália não consiga explicar o critério usado para atribuir um subsídio extraordinário a uma e a outra corporação???? Mas Realmente não me espanta. Nunca sabe explicar nada…

  3. Não quero com isto dizer que temos de ter o mesmo valor ou tem que tirar a uns para dar a outros?
    Mas o porquê de tanta diferença? Será a resposta a diferença de serviços e a diferença de área de intervenção? 🤔
    Aqui está a minha campanha Eleitoral. Para aqueles que me apontaram e me criticaram em Julho de 2017…
    Senhora Presidente, o concelho da Marinha Grande tem duas Associações Humanitárias! Sabia que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria não é secção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Marinha Grande? Como o nome diz são duas Associações que merecem respeito e esse respeito tem que ser mútuo. Onde está a vossa responsabilidade?
    Senhora Presidente que Oração foi aquela na palestra do nosso aniversário? Estava tão sensibilizada… porque nos deu esperança? Senhora Presidente foram os Bombeiros de Vieira de Leiria que lhe pediram para se manifestar assim? Fizeram-lhe algum mal?
    O que quer fazer desta casa?
    Quais são os objectivos que tem traçados para os Bombeiros de Vieira de Leiria?
    Senhora Presidente vocês parecem o Fogo de 15 de Outubro de 2017, usam, abusam, gozam e aqui vamos andando, são uns Senhores.
    Mas vou-lhe APLAUDIR DE PÉ AOS BOMBEIROS DO CONCELHO DÃO UMA VERBA DE 60.000€ E A ESTÁTUA QUE QUERIA FAZER QUANTO VALIA? UPSSSS…
    MÁRCIA OLHA A SUSCEPTIBILIDADE.
    Que tenha uma boa tarde e que nunca lhe falte o bem estar. Poderia descer ao seu nível mas o seu sistema límbico é incompatível com o meu.
    Bem Haja.
    Márcia Amaral

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário