CéliaCMMG

De algum modo pensámos que poderia ser possível que a comunicação social desse a conhecer o que se passa na terra. Até acreditámos que caso desaparecêssemos isso fosse um motivo para que as notícias fossem mais incisivas. Mas não!  Tal como a política local, nada parece ter interesse em que se saiba o que vai acontecendo. Por esse motivo é difícil ficarmos alheios à realidade local e ao marasmo que vai continuando a existir. Exemplo disso é a entrevista que a Célia deu e que amanhã estará nas bancas. Uma entrevista fraquíssima que apenas se consegue comparar ao que tem sido o mandato que tem vindo a ser exercido. Sem que tenha dado a conhecer uma única ideia sobre o que pensa para o concelho, se é que pensa, a vereadora não consegue mostrar que seja a diferença que se precisa no concelho. Limita-se a falar sobre a Vieira como se apenas isso lhe interessasse! Apesar de poder ter uma chamada de capa, o conteúdo é igual ao seu mandato nestes oito meses: vazio. A Célia faz apenas aquilo que se tem notado nos eleitos com pelouros, fala para dentro. Deslumbrados com o poder e, acreditamos, convencidos de que estão a fazer um bom trabalho, vão gerindo a câmara à medida das necessidade imediatas. Nem mesmo quando os munícipes afirmam, como aconteceu segunda, que estamos perante o pior executivo de que há memória parecem perceber que é esse o sentimento generalizado. Seria bom que o espelho ao qual se vêm fosse um que lhes transmitisse aquilo que todos vêm menos eles.


Seguir
( 4 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

13 Comentários

  1. A Marinha Grande merece mais… muito mais!
    Esta equipa que está à frente dos destinos do concelho, mais parece uma “comissão de gestão”!
    Vai gerindo (mal), os problemas que lhe vão sendo colocados! É uma rua com buracos…já está na lista. É a falta de esgotos… é a seguir ao outro! É a escola que o empreiteiro não acabou… estamos a fazer novo concurso!
    Porque é que a Srª professora não diz nas reuniões do executivo o que estão a fazer, os concursos que levaram a efeito, os que vão lançar, o que vão fazer etc.? Assim todos ficavam a saber…certo?
    O problema (pensamos nós com os nossos botões), é que não têm plano nenhum! Vão fazendo… e pouco! Muito pouco….

  2. Estou confuso…. Deu entrevista, mas só amanhã sai nas bancas. Como sabem do conteúdo dessa entrevista se ainda não saiu pás bancas? E esta hein?!

  3. Naquele “jornal” é tudo muito mau. Está ao serviço de muitos interesses mas nenhum deles é informar com rigor e profissionalismo os marinhenses.

  4. A mesma cena de entrevista passou-se com a Presidenta, com o Aurélio, com a Denguncho, com a Lara, com o Caetano e com a Ana e os resultados foram os mesmos; nemhum fez nada avançar; campanha eleitoral de TODOS com muitas promessas e depois nada; um “tacho” é um “tacho” e todos andam com falta de loiça para que um dia a reforma seja confortávél; solução???? não atirem pedras uns aos outros e se quiserem fazêr alguma coisa pelo concelho não se deixem por se derigirem pelos chefes dos partidos pois esses sim estão no topo e mandam “os fracos” para a frente do combate mas sem armas; a Presidenta e os Vereadores trabalhem e cumpram o que disseram em campanha e o que teem na consciência e deixem os “xulos” dos partidos no conforto deles pois o que eles querem é armar confusões e travar o avanço do concelho

  5. A Celia revela nesta entrevista, cujas respostas foram escritas pelo sr. ex-padre Nelson, que não sabe nada do que anda a fazer na Câmara, nem o concelho conhece, tão pouco a Freguesia da Vieira que não se limita unicamente á Praia da Vieira.

Comentários estão bloqueados.