CMMG

A revisão deverá ser hoje aprovada em AM e, de entre o que está previsto ser colocado em fase de projecto, não está nem o mercado nem a piscina. O assunto do mercado parece não ser um que queiram que se fale, daí que não haja qualquer mexida nessa rúbrica. Já quanto à piscina, depois de terem decidido que ela será construída na zona desportiva, esperava-se que pudesse haver um avanço na sua execução, mais que não fosse no inicio de elaboração dos projectos. Mas não, passou em branco esta rúbrica. Significa isto que este ano já nada será feito nestas duas obras. Curiosamente quando consultamos o programa de governo que o PS levou a votos, a construção do mercado municipal era uma das que estava prometida para ter inicio este ano. Já não será o caso!


Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

17 Comentários

  1. E no famoso discurso profundamente anti-democrático proferido pela Cidália na varanda no 25 de Abril, disse que a construção das piscinas iniciava em 2018! Mente com quantos dentes tem!

    • oh meu caro, está fora do contexto! você não vê que a senhora não sabe o que diz nem diz o que sabe porque naturalmente não sabe nada, papagueia as homilias venenosas dos seus mentores espirito/políticos – NA* e JPP**
      * nelson araújo
      ** joão pedrosa

  2. Estão a guardar tudo para perto das eleições, truque antigo. Vamos ver se o povo da Marinha abre a pestana…

  3. Estranho as pessoas ainda não se terem revoltado com esta equipa de nulidades na câmara, assim como os seus vereadores peritos no empata. Esta indignação só vai acontecer quando o país entrar na realidade e as pessoas verificarem que o PS a nivel nacional foram uma fraude.Muita conversa e poucos resultados, ai só quando os jurinhos da casa, do pópó e das rendas aumentarem é que vão acordar. tipico do portugueses.

    • Caro Anónimo. E será que os munícipes estão a par do que se passa? Lê em algum lado o que na realidade vai acontecendo, ou melhor o que não vai acontecendo?

      • Caro Curioso, enquanto o Jornal da Marinha Grande proteger a imbecibilidade deste executivo municipal, nada irá mudar na mentalidade dos marinhenses. Iremos ter mais 3 anos do mesmo.

  4. Sim é verdade o PCP que vendeu a alma ao diabo, já percebeu das mentiras, os professores que meteram lá o votinho tambem acham estranho afinal não ha dinheiro?, os sindicatos igual, parece que agora ta tudo mal, no inicio da jeringonsa tava tudo bem nem uma greve, e o preço dos combustiveis tasse bem…força malta assim vamos longe estejam preparados, aproveitem as feriazinhas sagradas de pseudoluxo que para o ano acaba, guardem o dinheiro para os cartazes e revoltas de rua que bem vão precisar.

  5. O Gustavo tem razão. Um jornal cujo diretor aceita ser indicado pela Cidália para fazer parte do Observatório do Pinhal do Rei não pode ser um jornal independente. Semana após semana é mais vazio de conteudo.

  6. Entendo o comentario, no entanto a população tem de ser mais ativa e pensar pela sua propria cabeça, se procura informação manipulada ou banal, encontra certamente. numa sociedade com tantas fontes de informação um acompanhamento ao executivo não acaba num jornal. não estará a sociedade formatada para não pensar e seguir ao sabor
    do facilitismo do que lhe apresentam. não vamos culpar somente o jornalismo, o bloqueio critico e pouco formado da população também tem culpa. Ou seja deixem de ser passivos saiam dos sofas e net e acordem para a vida.

    • Caro Anónimo. Não acha será difícil ao comum munícipe ter acesso a certas informações se não existir uma comunicação social que faça o seu papel e não seja apenas um repositório de textos de opinião? Se nós, que temos alguns contactos, temos dificuldade, imagine o comum munícipe. Sem comunicação social atenta e a fazer o seu papel, dificilmente os que mandam, a nível local ou nacional, serão afectados na sua incompetência.

  7. não aceito, temos videos das reuniões de camara e das assembleias, temos acesso as actas, temos olhinhos para ver que nada é feito na cidade. Por favor, só por preguisa mental ou por ignorância civica e comodismo é que não se acompanha. Ou então em ultima análise temos uma população ignorante.

    • Caro Anónimo. Não nos parece que possamos chamar a população de ignorante. Talvez distraída pelo futebol, pelas novelas e reality shows e há que não esquecer que nem todas as pessoas têm facilidade ou mesmo acesso à internet para estar a consultar actas ou ver os vídeos. Para muitos o jornal em papel é ainda a fonte de informação.

  8. Só espero que não ponham o mercado onde estão as tendas! Tem de ir para centro tradicional, Dr. Nelson!!

  9. A maioria dos Marinhenses infelizmente não sabe o que se passa a nível da autarquia, e por essa razão quando houver eleições, as pessoas (que ainda votam) continuarão a votar nos mesmos de sempre. A maioria das pessoas só contactam os serviços da Autarquia para pagar a água, por isso não se apercebem do desgoverno que reina na Câmara.. quando necessitamos de fazer uma obra e solicitamos uma licença de construção para construir uma casa ou um barracão é que nos apercebemos da incompetência e da inoperância de quem nos governa…meses ou anos de espera, promessas que não se cumprem, desorganização a todos os níveis.
    Ainda hoje fui ao departamento de obras e no pátio onde há cerca de 2-3 anos foi plantado um jardim de bonitas roseiras, hoje no mesmo local está um matagal com 1 metro de altura…como é possível tanto desmazelo ?…

Comentários estão bloqueados.