Comboio de LataMpM

Amanhã é feriado e em tempos idos o pinhal enchia-se de cheiro a comida. Tempos que já lá vão e que dificilmente se voltarão a repetir. Mas foi essa lembrança do passado que nos levou a recordar o que há uns meses foi proposto em AM por um deputado do MPM. A proposta passa por voltar a haver o comboio de lata, desta vez com o nome de ‘comboio atlântico’. Não fazemos ideia do custo que tal sugestão poderia ter, mas parece-nos ser algo que, numa altura em que não há pinhal e em que daqui a poucos meses irmos passar a ter um deserto a rodear-nos, não faz sentido. A relação custo – benefício não parece ser uma que leve a que o assunto possa sequer ser equacionado quanto mais proposto. Claro que essa é uma opinião e outras haverá que poderão ser diferentes. Agora que a revisão do orçamento está em curso, fará sentido que se pense no tema e que se aloque verba para uma possível construção de uma ligação ferroviária no percurso antigo do que foi a linha do comboio de lata?


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

7 Comentários

  1. O que faz falta na Marinha Grande é alguém com capacidade visionária.
    Alguém que consiga projectar a cidade daqui a 100 anos…
    Obviamente que quem lá está actualmente, vive no século passado, agarrado a problemas de há décadas, que não resolve , quanto mais pensar no amanhã…
    É mau, mau demais!
    A Marinha está hipotecada, aprisionada por gente sem qualquer capacidade de olhar o presente dos nossos netos. De uma coisa eu tenho certeza… terão vergonha do que por cá andamos a fazer!!!

      • Por favor, não me chame nomes!!

        Sou um Marinhense, sem qualquer partido. Não ganho a vida a sugar o erário público.

    • Essa é realmente uma qualidade rara. Mas cuidado, muitos dos que se apresentam como visionários aos marinhenses, podem na verdade ser a reencarnação de Ícaro e arrastar-nos a todos para o abismo.

  2. Por favor, não me chame nomes!!

    Sou um Marinhense, sem qualquer partido. Não ganho a vida a sugar o erário público.

  3. No abismo estão os marinhenses à tempo. demais. Apre, não há pachorra!

    A falta de empregos, sem fazer nada, dá nisto… juntam-se aos partidos e atacam o tacho…medíocres!

    Ide todos pó C******!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário