AMBEJoana

Já antes escrevemos sobre o que achamos sobre as moções. São actos mais ou menos inúteis que servem apenas para afirmar posições políticas e mostrar que quem as apresenta está vivo. O seu efeito prático é nenhum. Na última assembleia o BE quis dar sinal de vida e apresentou uma moção que, correspondendo a uma preocupação de todos os que vivem no concelho, teve falta daquilo que os político mais experientes têm: ‘tarimba’. A Joana não conseguiu perceber os recados que lhe foram dados pelo Curto e insistiu em levar a votos uma moção que teve apenas seis votos a favor, um deles apenas porque o Álvaro não podia votar contra ou abster-se por ter a ver com a Vieira. A inexperiência ou teimosia levou a que um assunto que é importante para o concelho e que poderia ter a unanimidade dos deputados a subscrever, ainda que, como referimos, a moção nenhum efeito prático possa ter, passasse com 18 abstenções. A leitura que se pode fazer é a de que os deputados fizeram o favor ao BE de não lhe chumbar a moção. Não é compreensível que o BE queira que seja o Estado a substituir-se aos poluidores. A moção do BE como que desculpabiliza os poluidores e faz com que o peso caia em cima do Estado, pressionando-o a construir uma estação de tratamento. Que leva o BE a atirar com a responsabilidade da resolução de um problema que está perfeitamente circunscrito e com origem identificada para cima do Estado quando foram os poluidores quem, voluntariamente, perdeu a oportunidade de fazer a construção da estação de tratamento? Não tem lógica. A primeira intervenção e proposta do BE sai pela porta pequena, com uma votação que nada dignifica o assunto grave que abordava, ficando manchada pela incapacidade de perceberem que poderiam ter tido a unanimidade dos votos se não tivessem ido pelo caminho da desresponsabilização dos verdadeiros responsáveis. Não se compreende também o voto favorável do PSD que vem contrariar o que é a matriz do seu pensamento de não atirar para cima do Estado a resolução de todos os problemas. Foi uma moção que termina sem lógica.


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentários

  1. Fraca figura a da Joana. O BE muito mal representado na Marinha. Não abre a boca, coitadita.

Comentários estão bloqueados.