Presente envenenado

CuriosoPCP, PS14 Comentários


Ontem saiu a notícia de que a Cidália quer partilhar pelouros. Mais tarde o PS dá a conhecer o convite ao PCP para que aceitem partilhar poder. À primeira vista até pode parecer algo normal. Mas, bem vistas as coisas, não foi! Foi apenas um presente envenenado com o qual procuraram dar a ideia aos munícipes de que estão a tentar assumir uma postura de partilha e conciliadora quando na verdade isso estará longe de acontecer. Mas explicamos. Todos sabem que o motivo que levou a que a coligação PS / PCP rompesse no ultimo mandato teve como causa os centros escolar e a posição que, à data, a Alexandra tomou. Ora bem… há dias a Cidália deu a conhecer que irá avançar com o centro escolar e sabe-se que há escolas que deverão ir encerrar. Perante este cenário será de prever que a Alexandra não mude a posição que assumiu há dois anos e isso, caso houvesse coligação, iria levar a que ela rompesse. Uma vez mais iria cair a parte negativa da ruptura da coligação no PCP. Aqui chegados consegue-se perceber que o convite para partilha de poder, estando já em curso a criação do centro escolar, mais não é do que a entrega de um presente envenenado e uma forma de, se a ele juntarmos o comunicado do PS, encurralar o PCP, colocando do seu lado o ‘odioso’ de ter sido quem não quis chegar a um consenso. A máquina no PS está assim a trabalhar para tentar manter a sobrevivência da Cidália sozinha no poder ao mesmo tempo que atira para uma parte da oposição a ideia de que são eles quem não quer consensos. Oferecer pelouros na mesma semana em que se dá a conhecer que o motivo que levou à ruptura da coligação há dois anos é um convite armadilhado. Não se entende é como é que a Alexandra pondera aceitar quando o problema que a levou a romper a coligação está ainda mais vivo do que estava há dois anos! A politica tem destas coisas! A demagogia funciona e poderá até levar alguns a acreditarem que tudo é feito sem segundas intenções. De certo modo entende-se porque é que o PCP está pouco inclinado a aceitar o convite.


Seguir
( 6 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

14 Comentário em “Presente envenenado”

  1. Avatar

    A Cidália é um fantoche nas mãos do Nelson, resta saber quais são as suas intenções nesta tramóia.
    Do Nelson tudo se espera, agora pior já que é um “posso quero e mando” no PS. Ainda vamos ver mais já que no PS ninguém o trava.

  2. Avatar

    Força pessoal, façam lá a coligação com quem entenderem, com o MPM é quem não. São um bando de trapaceiros que têm somente ambições e objectivos pessoais.

  3. Avatar

    A Cidália está a revelar o seu verdadeiro carácter, para quem tinha duvidas aí está na sua autenticidade.

  4. Avatar

    É verdade que foi a temática centro escolar que esteve na origem da ruptura política no mandato passado. Todavia, a Alexandra já manifestou não ser contra o conceito mas sim contra a forma como o processo foi conduzido. Por outro lado, qualquer estratégia de desenvolvimento que não passe por esta reforma fundamental no que respeita à educação, terá sempre poucas hipóteses de sucesso. A oferta educativa, tal como está, a par de outras necessidades e carências no concelho , não me parece suficientemente atractiva para a captação e fixação dos talentos que a dinâmica empresarial reclama.
    Este é, portanto, o momento de pensar a Marinha Grande. O momento da concretização de velhas e sentidas aspirações capazes de dotar a Marinha Grande com aquelas infraestruturas de que há anos carece, sob pena de, quer o PS, quer o PCP, verem desbaratado o seu capital político, abrindo caminho a soluções demagógicas e populistas.
    Caro Curioso, não considero por isso, que se trate de presente envenenado, mas sim uma oportunidade para a dar corpo a uma solução que, aliás, a leitura dos resultados eleitorais há muito reclama.

    1. Curioso

      Caro Cristal. Numa altura em que o centro escolar está anunciado e sabendo-se qual a posição que foi assumida pelo PCP há dois anos, o convite publico para ‘coligação’ não pode deixar de soar a presente envenenado na medida em que o convite público transfere para o PCP a responsabilidade de ter que aceitar ou não. Dificilmente seria aceite o que leva a que se conclua que o convite, ao ser tornado público, mais não foi do que uma forma de o PS poder dizer ‘nós tentámos, eles é que não quiseram’.

    2. Avatar

      Mais demagógico e populista do que tem sido o PS nos últimos anos é impossivel, basta ver os resultados e os comentários
      do “vidreco” são o maior exemplo disso mesmo.

  5. Avatar

    Desculpem a ignorância. Curioso, o Centro Escolar de que fala é para nascer onde? E que escolas fecham?

    1. Curioso

      Caro Anónimo. A pré dos Outeiros está pronta a ser fechada. O “acordo de cooperação técnica” celebrado como Governo é o primeiro passo para que a escola da Vieira possa ser alterada.

  6. Avatar

    Enganam-se ao dizerem que a questão dos centros escolares foi o motivo da ruptura PS com PC. Diria que esse foi apenas o pretexto para resolver uma panóplia de actos políticos errados.

Leave a Reply