Lido por aí CXXXVIII

CuriosoPS9 Comentários


“A Comissão Política Concelhia do Partido Socialista da Marinha Grande reuniu no passado dia 02/03 para, entre outros assuntos, analisar a atividade política do concelho.

Desta forma, a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista da Marinha Grande manifesta a sua preocupação pública pelas atitudes de reiterada hostilidade e de crítica permanente meramente destrutiva, por parte de alguns membros da oposição local (mormente o MpM) para com o executivo permanente da Câmara Municipal da Marinha Grande, liderado pela presidente Cidália Ferreira.
Neste sentido, no seguimento dos acontecimentos da última Assembleia Municipal da Marinha Grande, a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista considera que:
1. É inaceitável que a vereadora Ana Monteiro (MpM), mantenha uma postura de extrema agressividade, em particular, para com a presidente Cidália Ferreira, chegando ao ponto de exigir que esta entregue para seu conhecimento o que são meras notas pessoais e informativas da mesma (como as prestadas em sessão da assembleia municipal de 29 de Dezembro passado);
2. É incompreensível o comportamento da vereadora supracitada que, durante a última assembleia municipal, sem razão aparente e de forma absolutamente insólita, solicitou poder dirigir-se à presidente Cidália Ferreira na condição de munícipe, despindo circunstancialmente “as vestes” de vereadora para, de seguida, voltar a assumir o seu papel como membro da vereação camarária eleita em Outubro último;
3. Perante este inusitado acontecimento, contrariando parte da bancada da sua própria cor partidária (CDU), Luís Guerra Marques, presidente da assembleia municipal, abriu um grave precedente, validando o pedido anti-regimental da vereadora Ana Monteiro, colocando em causa a independência e honorabilidade do funcionamento deste órgão autárquico.
Por tudo quanto fica exposto, a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista da Marinha Grande repudia veementemente a atitude da vereadora Ana Monteiro (MpM) e exige que a mesma esclareça publicamente em que condição esteve na última Assembleia Municipal: se como munícipe ou se como vereadora;
– Se esteve enquanto vereadora, como se depreende do facto de ter estado sentada na mesa do Executivo, durante a maior parte do tempo que durou a Assembleia, deverá renunciar à sua interpelação feita como munícipe;
– Se esteve enquanto munícipe, deverá renunciar ao recebimento da senha de presença na Assembleia Municipal, a que tem direito enquanto vereadora, no valor de 68,68€.
A Concelhia do Partido Socialista da Marinha Grande reforça a sua indignação perante o que considera atos deliberados e continuados de representantes do MpM, na ânsia de denegrir a imagem e a competência dos membros socialistas do Executivo Camarário.”

Comunicado PS, #1, 2018


Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

9 Comentário em “Lido por aí CXXXVIII”

  1. Avatar

    É difícil saber quem tem razão nestas andanças entre a vereadora Ana Monteiro e a presidente da câmara. Exige-se que haja educação entre pessoas que devem querer o mesmo – o desenvolvimento da Marinha Grande. Não há mal nenhum a concelhia do PS manifestar-se. Normal. O que não foi normal foi a posição da vereadora Ana Monteiro na Assembleia Municipal. Não vale tudo. O Presidente Guerra Marques esteve mal. A maioria não concordava com tal espectáculo. Só tinha de aceitar o que disseram os deputados. Não o fez. Fica-lhe mal. Outra coisa, que parece de crianças, é o PS exigir a devolução dos 68,68€. O que acrescenta isto à atitude da vereadora? ZERO. Nem ela precisa de tal bónus. Tenham juízo e debatam coisas com nexo. Esteve mal. Será que a devolução do dinheiro trará mais veracidade ao ato? Denunciem quando tiverem de denunciar o que acharem oportuno, deixem-se de mesquinhices! A procissão ainda vai no adro!

  2. Avatar

    Coitada da Ana. Queria os seus 5 minutos de fama e teve-os. Mas depois tudo lhe caiu em cima. Chatice.

  3. Avatar

    O Nelson Araújo deveria andar preocupado com os problemas da nossa terra.
    Para desviar as atenções está a centrar a sua provocação para a Ana.

    Ele sabe bem da sua competência e daí o seu receio.

  4. Avatar

    Eu concordo com a devolução do dinheiro, claro que não é pelo valor, e pela lição de política e civismo. Talvez da próxima antes de cometer um acto infantil pense duas vezes. Acreditem não sou Ps mas neste ponto estou totalmente de acordo. Já agora alguém me consegue explicar o porquê de uma notícia sem conteúdo no JORNAL da MARINHA precisava de duas fotos? Que saloisse, lá está, falta de formação política.
    Porque não uma foto de grupo MPM…

  5. Avatar

    Já agora outra ideia, este dinheiro podia ser uma entrada para uma colecta para pagar o memorial, segundo parece os deputados e executivos que votarem favoravelmente, vão pagar do seu bolso os 216 mil euros.

  6. Avatar

    Nélson Araújo = Pirómano da Marinha Grande

    Era bom que este senhor fosse para outro lado… alguém lhe arranja um tacho? bem longe daqui, por favor.

Leave a Reply