CéliaCMMG

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Há momentos em que os autarcas deviam ter a humildade de saberem pedir desculpa aos munícipes, aos que os elegeram. Quando são eleitos não é para que governem o concelho como se se tratasse dos seus quintais se tratasse. As decisões que tomam afectam as vidas de quem aqui vive e não podem ser tomadas de ânimo leve. Ao longo dos anos temos tido autarcas que fazem coisas porque acham que assim deve ser sem que, no entanto, se consiga perceber que exista um fio condutor em tudo aquilo que vão decidindo. O Vicente há uns anos lembrou-se de cortar às árvores que ladeavam o cemitério e, até hoje, o que se vê são umas amostras de árvores que pouco têm crescido. Permitiram que um jazigo fosse construído, sem que até hoje haja uma explicação que seja para o que aconteceu e se irá haver correcção. Permitiram que nada fosse feito nas matas e pinhal e o resultado está à vista. Construíram acessos à zona industrial que não agradam a ninguém, sem que tenham ainda avançado com a obra de ligação à rotunda norte. Estes são meros exemplos do muito que tem sido feito pelos que mandam e que afectam as vidas dos que aqui vivem. O que agora está a ser colocado em frente à câmara é mais um exemplo de que os autarcas sentem que, só porque foram eleitos, têm o direito de tornar a nossa terra feia e nada apetecível de aqui viver. É provável que esta tenha sido a primeira decisão de uma vereadora que, pelo que se pode ver, começa mal. Ficar-lhe-ia bem pedir desculpa a todos os munícipes que têm este mês de Natal o centro da cidade estragado por mais uma tenda feia, inestética e nada atractiva a quem ali queira ir. Quem, no seu perfeito juízo, consegue achar que foi uma decisão ponderada? Lamentavelmente os autarcas, quase todos, são pessoas sem preparação para gerir e estão pouco ou nada habituados a decidir. Quase nunca o voluntarismo é sinónimo de competência, quase sempre a exuberância é usada como capa para esconder fragilidades e a falta de ponderação dá, quase sempre, asneira. O mandato que têm e que lhes foi conferido pelos eleitores não lhes dá o direito de serem irresponsáveis nem lhes dá o direito de não serem humildes para reconhecerem quando cometem erros. Não temos ideia de que alguma vez um político tenha pedido desculpas pelas más decisões que toma e acreditamos que também não será agora que iremos assistir a isso. Seria pedir demais. A falta de bom senso é algo que parece ser abundante e começamos a recear o que possam vir a ser as decisões futuras. Ainda a seis meses da data das Festas da Cidade começamos já a temer pelo que por aí poderá vir!

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Seguir
( 1 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentários

  1. Tenho a certeza que não haverá, pelo nosso país fora uma terra como a nossa. Se não visse não acreditava. Mas já nem sei se não acredito no que vejo, se não acredito no que não vejo!…Ao menos podiam fingir que ainda acreditam no Pai Natal e criar um ambiente natalício. Bom, pra não se dizer que não fazem nada, eis que surge uma tenda, que mais parece um hospital de campanha do exército.
    Tenho passado por muitas cidades, grandes, pequenas, vilas, aldeias, em todas elas tenho sentido o espírito natalício. Será que ainda está para chegar? Sempre pensei que com mulheres no poder houvesse mais sensibilidade e gosto, já que a diferença está nos pormenores.

  2. Sugestão: Copiar os outros, simples.

    Basta viajar por qualquer cidade da Europa nesta altura, para verificar o que fazem… é simples, basta copiar. É garantido!
    Mercados de Natal, barraquinhas feitas com bom gosto e bem decoradas com iguarias natalícias, comes e bebes, e muitas atrações para a pequenada… não esquecendo o vinho quente!.. e o Pai Natal.

    Xau

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário