Maré de azar

CuriosoCidália, CMMG11 Comentários


Às vezes ficamos com a sensação de que a Cidália foi atirada aos tubarões. Pouca coisa lhe corre bem. Foi o incêndio do Pinhal do Rei, “como gostamos de chamar”, foi o desabamento em S. Pedro, é a pista de gelo que está com água, é a candidatura do seu candidato à concelhia que não recolhe o apoio de muitos que se esperavam que pudessem estar ao seu lado, são as gafes em directo, é o orçamento que não sai dos gabinetes… tanta coisa que quase faz pensar que ela deveria ponderar ir à bruxa! O executivo permanente anda em maré de azar e quase dá vontade de perguntar que mais lhe irá acontecer?!


Seguir
( 2 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

11 Comentário em “Maré de azar”

  1. Avatar

    O azar ou sorte, são resultado da qualidade da semente, logo a colheita está directamente relacionada com o que se semeia.

  2. Avatar

    O povo diz e com razão, a sorte dá muito trabalho, estes senhores têm pouco gosto pelo trabalho, digo trabalho sério, planeado, organizado, por isso não se podem queixar de azar.
    A Cidália já sabia ao que ia, está lá nos dois últimos mandatos e vai no terceiro, além disso a “Célia quer a pista de gelo e vai ter pista de gelo” disse na reunião de Câmara, então que a ponha a funcionar que agora são os nossas crianças que querem a pista de gelo e não a têm.

  3. Avatar

    oh!!!! então não há nenhum ministro ou secretário de estado que venha trazer gelo à marinha grande?
    apostaria que a culpa da falta do gelo foi do incêndio do pinhal do rei aqueceu muito o ar e o gelo derreteu
    mais uma “crátera” esta agora bem no centro do concelho e nas barbas do pai natal

  4. Avatar

    Incompetentes. Inertes. Amorfos. Incapazes. Medíocres. Sr. Joaquim Menezes, era esta a mãezinha que queria para a Marinha? Só quem não tem dois dedos de testa podia supor que iria haver algo de jeito nesta terra com esta incompetente à frente da Câmara.

  5. Avatar

    A Cidália na câmara é como um elefante numa loja de porcelana…
    É que não há como evitar a trapalhada toda.

Deixar uma resposta