Repetição

CuriosoAM10 Comentários


Depois da trapalhada que foi a tomada de posse e da eleição da mesa da Assembleia Municipal, ontem houve necessidade de repetir o acto. Como antes tínhamos escrito, o único acto praticado pelo Curto era inválido porque não incluíram votos que era necessário terem sido contados. Neste momento a presidência da mesa da Assembleia Municipal está definida e pode afirmar-se que é o Luís Guerra quem a preside.


Seguir
( 3 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

10 Comentário em “Repetição”

  1. Que felicidade. A CDU de braço dado com movimentos. Boa maneira de comemorar o centenário. Será que Lenine se ergue do túmulo?

    1. Avatar

      Com movimentos e partidos, a verdadeira democracia.
      A pergunta mantem-se será que Lenine se ergue do tumulo?

  2. Avatar

    Foi um lapso mas difícil de entender, na verdade a Lei é a mesma há uma quantidade de anos (mesmo que remodelada em 2013) e sempre assim foi…. como poderia agora deixar de ser?!

  3. Avatar

    Ó Nelson já sabemos que a culpa será sempre dos funcionários e nunca dos políticos incompetentes que não sabem nem querem saber das regras e das leis que regem as suas funções.

  4. Avatar

    A culpa é do Curto sim senhor mas também é de todos os outros eleitos para a Assembleia Municipal e para a Câmara Municipal que estavam presentes. Todos assistiram serenamente ao erro que estava a ser cometido e nada disseram. Todos falharam e muito.

  5. Avatar

    Cá pra mim deviam despedir o recepcionista da Câmara. Ele é o “bode expiatório” mais fácil de penalizar.
    Que se apresenta como candidato a Presidente ou a dirigir algo, tem que saber o enquadramento das suas funções. Por cá é que as coisas não são assim. Somos diferentes e para pior.
    Será que antes de dirigir a Assembleia não se foi informar para saber o que devia fazer?

  6. Avatar

    A culpa é de quem decidiu que os presidentes de Junta não votavam. E essa decisão foi do Curto. Que é quem dirigia os trabalhos. Os outros não têm que saber se essa lei alterou ou não! Até podia ter alterado. Quem se deveria ter preparado antes da tomada de posse, era o Curto! Que se deixou ir na indicação da Lina Frazão e não confirmou nada com antecedência! Ponto final.

Deixar uma resposta