Quando a esmola é muita…

Curioso+ Concelho, EleiçõesDeixe um comentário


De entre os que concorrem a estas eleições, continua a espantar-nos a forma como todos parecem sentado na mesma cadeira no que diz respeito a aceitarem as promessas que começam a aparecer. Já ontem lemos um texto que falava na forma de captação de apoiantes, com rede de apanhar meixão, com o qual qual é difícil discordar, o que leva a que se conclua que a técnica usada há quatro anos é a mesma. Interessa é fazer número! Mas a questão fundamental que começa a soar populismo são as promessas que estão a ser feitas, sem que haja alguém que se levante daquela única cadeira e diga que prometer demais leva a que ninguém acredite. Quando se lêem os panfletos de propaganda fica-se com a ideia de que se poderá passar a viver num paraíso, com casas para todos, escola ao nível do melhor que no mundo existe, estradas sem buracos que só falta serem forradas a alcatifa, criação de vias rápidas para acesso a empresas e tudo o mais que se pode ler. Não temos dúvidas que quando se olha para essas propostas fica-se com a ideia de que ali está o Messias com as soluções para o mundo! Lembramos sempre daquela expressão que diz que ‘quando a esmola é muita, o pobre desconfia‘!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address