BEEleiçõesPS

Estávamos há pouco a ouvir uma daquelas músicas que fica no ouvido. Diz a letra que “fomos namorados para a vida toda” e foi quando nos lembrámos de um namoro que não deu frutos, mas que não foi também falado. Ainda antes de ter anunciado que era candidata, a Cidália tentou, junto do BE, formar uma coligação pré-eleitoral, mas levou com os pés. Naquela altura foi o que aconteceu, mas o simples facto de ter havido o contacto da Cidália para a possível coligação leva a que se tirem algumas conclusões. Por um lado a necessidade que a hoje candidata sentiu de ter que ir buscar ao ‘parceiro de coligação’ nacional apoio para tentar ganhar a câmara. Isso, só por si, revela a fragilidade que sente quanto à sua própria candidatura. Por outro lado, vem colocar a nu a disponibilidade que o partido tem para se aliar a quem lhe possa dar a mão. Estes contactos pré-eleitorais vêm dar alguma força aos que dizem que há, na ânsia de manter a câmara, a disponibilidade para que se possa formar outro tipo de alianças. Chegados aqui, entroncamos no que é a disponibilidade que existe da parte do Logrado, ansioso que também está de não perder o lugar conquistado há quatro anos, de se coligar com quem quer que seja. Ora, e se a vontade que existe, de um e outro lado, para ganharem a câmara os levar a um entendimento pré-eleitoral, ainda que mantido mais ou menos em segredo? Hoje chegou-nos a informação de que esse cenário poderá estar em cima da mesa (apesar de desmentido por uma fonte que contactámos). No entanto, se aliarmos esta informação aos contactos que a Cidália estabeleceu antes com o BE ficamos com uma receita que dá força à a informação que nos chegou poderá não ser tão infundada quanto isso. Resta saber como irá ser vista essa possibilidade por parte daqueles que, integrando a lista do Logrado, não têm uma boa relação com o PS! Se até hoje ainda não encontrámos dois dos elementos da lista do +C em lugar algum – e acreditamos que seja por não se reverem na forma estranha como a campanha está a decorrer – como reagirão a este cenário? Cenário ou realidade, apenas eles saberão, mas há a realçar o convite que não pode deixar de ser entendido como algo de muito relevante.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 Comentários

  1. Sempre preocupado com as fragilidades do PS. Isso é bom, se s fraquezas apo tadas forem as que o eleitorado também considera, as dicas, como o Curioso pretende, são oportunidades de melhoria. À borla. Mas como, pelos bistos ninguém lê…paciencia. que é bom p’ra vista.

  2. Concordo.os únicos com que ninguém conta nem cantam para ninguém são os Aureliios. Sintomático não?

  3. Mais uma vez o Curioso está a inventar, nunca a Cidália propôs uma coligação com o BE. Isso era o sonho do BE.

Comentários estão bloqueados.