De segundo a primeiro

CuriosoVicente4 Comentários


O Vicente é outro dos actores políticos que este mês abandona a vida política activa. Candidato há quatro anos como número dois, rapidamente se percebeu que teria que ocupar funções para as quais não se tinha candidatado. Depois do período de baixa médica do ex-presidente, ficou com a batata quente durante mais de metade do mandato. Temos dúvidas que possa dizer que marcou a história do concelho ou que fique nela senão por razões que não quererá lembrar. Conseguiu o ‘feito’ de ver vários orçamentos serem chumbados e não foi capaz de mostrar agilidade na negociação de assuntos quentes. Ficam na memória as vezes que mandou calar munícipes e a ausência de uma visão estratégica para o futuro do concelho. Sempre lhe foi reconhecida a disponibilidade para estar onde exista um problema imediato que precisa de ser resolvido, mas, apesar disso, não foi o bastante para que a sua presença ficasse marcada na história do concelho. Durante os dois anos que esteve sentado na cadeira do poder, não abdicou de ter sob si todos os pelouros, deixando uma pequena parte para a vereadora, algo que não se compreendeu e que poderá, de certo modo, explicar o porquê de não ter havido grande avanço no desenvolvimento do concelho. Passou de segundo a primeiro, mas não conseguiu, ainda assim, afastar-se da ideia de que alguém, acima dele, mandava nos destinos da câmara e na vida do concelho. O seu anúncio, algo inesperado, de que não se iria recandidatar abriu um problema no partido, tendo-se notado, a partir daí, algum desinteresse pelos assuntos da câmara (ainda que essa pudesse ser apenas a sensação que transmitia). Não podemos dizer que iremos sentir saudades da sua forma de gerir a autarquia, ainda que como pessoa nada haja a apontar ou que tenhamos algo que possamos criticar. Acreditamos que sai na hora certa e para que não fique com a imagem mais desgastada do que já tem, depois do que foi a ausência de soluções estratégicas para o concelho e de obra neste mandato. Fica, ainda assim, o reconhecimento pelo esforço que fez para desempenhar, o melhor que sabia, o cargo no lugar para o qual não se candidatou.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 Comentário em “De segundo a primeiro”

  1. Avatar

    Não deixa saudades aos municípes e funcionários, como a restante equipa que o acompanha. Desejamos uma boa e descansada reforma a todos!

  2. Avatar

    Pedi uma audiência ao Sr. presidente Paulo Vicente no mês de Novembro do ano passado, ainda estou à espera…não deixa saudades.

  3. Avatar

    O Vicente não esteve para continuar a ser marioneta.
    A Cidália vai trocar a Tereza pelo Pedrosa.
    Iria, porque os marinhenses não são parvos.

  4. Avatar

    Como não somos vieirenses, não terá saudades e nós marinhenses e moitenses. Com a Cidália será diferente: não se lembrará de nenhum de nós!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address