CDUEleiçõesMpMPS

Estas estão a ser umas eleições atípicas. Não se tem visto acções de campanha que se possa dizer que encham o olho. Para além dos grupinhos que se juntam nas festas, não se vê grandes ajuntamentos de apoiantes dos candidatos e das candidaturas. Tem havido duas candidaturas que apostaram na diferença e em fazer uma campanha fora do que são os parâmetros ditos normais. Mas há uma coisa que se tem notado mais do que nos outros anos. Há sete forças a tentar disputar a cadeira do poder. O PS, com a vantagem pelo facto de ter nestes últimos oito anos o poder, é quem tem mais a perder já que a perda da câmara significa uma derrota dupla. A CDU que tem historicamente partilhado o poder com o PS tem necessidade de ganhar a câmara para que possa dar sinal de que ainda está vivo. O Bloco que, não tendo qualquer história de poder no concelho, conseguir eleger um vereador será uma vitória e os movimentos independentes, com vereadores eleitos há quatro anos que tentam reforçar a sua posição e ganhar a câmara. A AD e +Marinha não se pode dizer que contem para estes números. Mas voltando ao que é mais estranho, de entre todas as candidaturas tem-se notado que tentam fazer a sua vidinha, sem se meterem uns com os outros com excepção do PS que há muito elegeu um dos movimentos como alvo e os seus principais apoiantes não conseguem passar um dia sem dar uma bicada. Que leva a que isso aconteça? Terá o PS mais receio do movimento independente do que do seu principal (historicamente) adversário? Seja o Pedrosa, o Nelson ou o Amândio (os mais activos nas redes sociais) têm claramente o alvo marcado. Naturalmente que a decisão de atingir apenas uma das candidaturas favorece as restantes que, desse modo, podem ir fazendo a sua campanha (se bem que ainda não se viu praticamente nada) sem que sejam atacados. Havendo três forças que podem ganhar, no dia 1 de Outubro vai ser interessante ver as ‘cacholas’, dos que elegeram apenas uma das candidaturas para ser o seu alvo, se alguma outra ganhar!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

5 Comentários

  1. Não há diferenças? O macaco tapou os olhos os ouvidos e outros orifícios o que se pode tornar perigoso. Ora vamos lá a ver
    Campanhas com a barraca armada por tudo quanto é sitio mesmo que estejam vazias, temos. Campanha com convites a beijos abraços e outras manifestações também há. Corridas de bicicletas e peditório porta a porta a pedir esmola certamente o macaco as conhece. Tudo campanhas com conteúdo, com informação, com discussão publica como salta à vista.
    Agora como o macaco é cego e surdo não vê uma campanha com organização de colóquios sobre temas de interesse publico com oradores credíveis embora como tudo na vida discutíveis, mas para isso quem o contestar pode fazê-lo.
    Pode contestar personalidades, conteúdos, tudo, mas negar isso não pode e é desonesto.
    Mas para desviar atenções vem com as redes sociais, Mas vamos a ver o que aqui neste sitio de rede social se faz a não ser criticar todas as campanhas menos uma ?
    E depois vem queixar se que não está coladinho ao Aurélio?
    Oh macaco não me dê musica

    • Caro Anónimo. Música é mais com a candidata do BE. Mas ajude a perceber. Em que medida os colóquios, onde pessoas que nada têm a ver com as listas são os oradores, se traduz na exposição de ideias dos que se candidatam?

    • Irrita muito alguns anónimos que o curioso não critique o Aurélio. Ainda não percebi o que é que querem que ele critique. O que é que o Aurélio fez que motive criticas? É verdade que também não tem feito grande coisa mas isso já li o curioso (ou curiosos) criticar. Ficam irritados por não lerem criticas mas que criticas queriam que fossem feitas se o homem está a fazer uma campanha cuidadosa?
      Irrita estes comentadores que não têm, poder de encaixe.

  2. Alguém ligado ao Poder local vigente no Concelho pode explicar a razão pelo qual o António Costa vem no próximo fim de semana á Marinha Grande participar num jantar de campanha do PS ?… existindo em Portugal 308 municípios, porquê a vinda à Marinha Grande e não a outro município qualquer ?…

  3. A Cidália está mal nas sondagens… Só o Costa a pode tirar da lama, diz-lhe o JPP que não o grama! Mas não vai chegar… O povinho está farto de corações e beijos da vice-presidente em part-time.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário