JFM

Na ronda que temos feito por quem são os candidatos, hoje parámos na Moita. O PS aposta no António André para liderar a lista. Empresário, conhecido na freguesia por não ser virgem nestas andanças da política, tem a vantagem de poder ser conhecido por ter integrado a AF nesta mandato e parece ser a tentativa de apostarem na continuidade, apesar de a continuidade ser algo que nada de bom augura para a freguesia. A CDU aposta no Noel Fernandes. Servente de pedreiro, conhecido na freguesia por ser também assador de porcos, é a surpresa que muitos não parecem ter apreciado. Sem intervenção política conhecida, surge muito à revelia do que é a vontade dos militantes da freguesia, muito por culpa da inexistência das reuniões que deixaram de existir. Parece ter sido uma aposta que não deverá trazer grandes resultados. No MpM apostam no Jorge Marques. Director financeiro, repetente no lugar que ocupa na lista, parecem ter optado pela repetição na esperança que o mau desempenho dos outros possa dar-lhes vantagem. Se em equipa que ganha não se mexe, em equipa que perde poderá ter que haver reajustes, daí que seja algo estranha a escolha em quem há quatro anos não teve um resultado que se possa dizer que glorifique a candidatura. O +Concelho aposta no Ilídio Carlos. Empresário, não lhe é conhecida qualquer intervenção política é a tentativa do movimento de manter os votos que conseguiu há quatro anos, não sendo, no entanto, previsível que possa vir a conseguir um resultado muito diferente do que há quatro anos tiveram. A AD aposta no João Couto. Estudante e membro da ‘Jota’ do partido, é a aposta da coligação para dar representação à estrutura dos jovens do partido. Não sendo sequer residente na Moita, o seu aparecimento na lista soa apenas a uma tentativa de o lançar na política já que não se prevê que consiga captar votos daqueles que precisam dos problemas resolvidos. O BE aposta em João Marques, mais um jovem. Analista programador, não é conhecido na vida política activa. Não lhe é conhecida intervenção política ou cívica.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

1 comentário

  1. Por erro nosso, indesculpável, quando o post foi publicado não foi escrito o nome do candidato do BE. Já corrigimos, mas ficam as nossas desculpas, sendo certo que é um erro que não deveria ter sido cometido. Ao candidato apresentamos as nossas desculpas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário