Fazer ou não fazer…

Curioso+ Concelho8 Comentários


Com as campanhas em andamento, encontram-se já por aí espalhados os cartazes. Uns maiores do que outros, há os que não deixam de surpreender. Somos defensores do que o povo diz de que “mais vale uma má decisão do que uma indecisão”. Em certa medida isso poderia adaptar-se ao ‘fazer’. O povo poderia ter adaptado a expressão para ‘mais vale fazer mal feito do que não fazer’, mas quando vemos estes cartazes de campanha chegamos à conclusão que há uma razão para que nunca se tenha adaptado a expressão do ‘decidir’ para o ‘fazer’. Claramente que, entre fazer mal e não fazer, mais vale não fazer! Quando se fala que as épocas de campanha poluem visualmente as terras, eis que a expressão ganha novo sentido… para pior!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

8 Comentário em “Fazer ou não fazer…”

    1. Curioso

      Caro anónimo. Está lá um cartaz de campanha, coberto por um saco de plástico. O que vê (ou que não vê) é o que se pode ver quando se passa ali.

  1. Avatar

    Será uma forma inovadora de fazer comunicação?
    Deve ser trabalho da responsável de comunicação que ele tem para levar para a câmara. É do mesmo estilo da decoração que fizeram para o candeeiro da cerca?
    Sem mais comentários.

  2. Avatar

    Parece que estão com comichão, deve ser deste tempo quente, do cartaz que o vosso movimento mandou meter por profissionais não fazem comentários, trabalhos pagos por empresas onde os funcionários são descriminados e recebem o ordenado mínimo mas para pagar pagar campanhas há dinheiro………..

    1. Curioso

      Caro anónimo. Pela enésima vez, não temos qualquer movimento. Presumimos que se refira ao movimento que colocou um outdoor na rotunda. Não sabemos em que condições foi feita a colocação nem por quem, mas convirá que as diferenças entre 2013 e 2017 são abissais!

  3. Avatar

    Podia pôr este comentário em qualquer post.
    Assim não se vai a lado nenhum, enquanto andarem a apontar “armas” uns aos outros não iremos passar do mesmo, gostava de ver umas criticas construtivas mas para todos um apelo á união e desenvolvimento da nossa MARINHA, se isso não for possível pelo menos não tentem destruir o que ainda não começou.

    1. Curioso

      Caro anónimo. Concordamos plenamente com o que escreveu, mas ao ouvirmos a entrevista de sexta parece-nos que isso não será fácil!

  4. Avatar

    Antes era bom ter outdoors por todo o lado e agora como não são capazes até já não é bom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address