Barraca

Curioso+ Concelho15 Comentários


Esta a decorrer uma acção de campanha em frente à câmara. Não se pode dizer que sejam muitos os que por ali estão, o que pode ser justificado com o horário de trabalho e para desculpa da fraca adesão. As formas de fazer as campanha são variadas e dependem de cada partido ou movimento. Neste caso, o que se vê ser a ‘marca’ da campanha é a ‘barraca’! São muitos os locais onde o termo pode ser usado e nem sempre é no sentido que ali agora se pode ver. Há quem ‘arme barraca’ e quem ‘dê barraca’. Uma coisa parece ser certa, a ‘barraca’ armada em frente à câmara não é do que mais seja agradável de ver. Numa altura em que até pode andar por aí perdido um ou outro turista, quiçá à procura das placas que lhe permitam sair rapidamente da terra, não é bonito de ver. Não deixa de ser curioso o facto de um dos elementos da lista ser um fervoroso lutador contra as barracas onde o mercado está instalado, mas não se importar que as acções de campanha que integra tenham barraca armada onde quer que param!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

15 Comentário em “Barraca”

  1. Vilas

    Lugar mal escolhido! Aliás, muito mal mesmo!

    Essa zona, considerada o “patinho feio” do concelho, ou em particular, da cidade, pelo encerramento do comércio, e onde já não ninguém onde não passa ninguém .

    Então para quê colocarem-se num local onde já não reside e circula, quase… ninguém?

  2. Avatar

    Pessoalmente, não me incomoda nada a “barraca”, antes pelo contrário, até acho bonita, verde, com aqueles panos laterais feitos de forma artesanal, algo que seria sempre motivo de louvor e não de crítica. O que me parece também, é que aquele movimento demonstra grande criatividade, sempre a fazer algo de novo, diferente de outros que fazem sempre o mesmo e de forma enfadonha. Gosto de ver e tiro o chapéu ao +Concelho.

    1. Avatar

      Parece um comentário do João Paulo Pedrosa quando quer dourar a pilula de uma coisa que não presta.
      Aquilo está uma bela bosta.

  3. Avatar

    MpM no seu melhor! Mal educados são. É só ver o comentário anterior. Estão a fazer conta com o ovo no cu da galinha, talvez se enganem!

  4. Avatar

    O MpM mudou de sigla, mas não mudou de postura. É um PSD/PPD disfarçado, dono do Largo das Calhandrices e do Jornal da Marinha para dizerem mal dos que lhe podem fazer cócegas, PS, CDU e +Concelho. Vamos ver se a tática é a melhor. O povo não é parvo!

    1. Curioso

      Caro anónimo. É abusivo afirmar que alguém é nosso dono. Ainda não estamos à venda. Se isso um dia acontecer, daremos conta para que possa, caso queira, licitar.

        1. Curioso

          Caro anónimo. Fica registada a oferta. Quando decidirmos vender, será informado.

  5. Avatar

    A falta de elevação na disputa política, leva a que os munícipes se desinteressem pelos políticos e pelas eleições, com o consequente aumento da abstenção.
    É um facto que os nossos políticos pouco fazem para merecer a atenção dos eleitores e quando aparece alguém a querer fazer alguma coisa, aparecem de todos os lados os “velhos do Restelo”. Parece que a luta mais acesa se desenrola entre os dois movimentos independentes, enquanto o PS e CDU se limitam a esperar “sentados” uma luta política entre o MpM e +Concelho e daí colher os respectivos “frutos”.
    Vê-se que o +Concelho está a ter uma actividade muito intensa na Marinha, Vieira e Moita e sendo algo espontâneo, esse facto gera uma dinâmica de equipa muito forte e naturalmente incomodativa para os adversários, levando-os a denegrir qualquer coisa que o +Concelho faça. Todos temos o direito de não apreciar os adversários, ainda assim, espera-se uma disputa leal onde cada qual faça o seu melhor, contribuindo para uma campanha que atraia eleitorado e não que aumente a abstenção.
    Usar uma tenda, uma barraca, ou um chapéu de sol e colocá-lo num espaço onde a Lei permite, nunca deveria incomodar aqueles que se prezam de ter cultura cívica. Um post injustamente depreciativo pode atingir mais negativamente quem o escreve do que aqueles a quem é dirigido

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address