Sem louvor

CuriosoCMMGDeixe um comentário


Hoje ia a votos uma proposta de louvor aos atletas, clube e dirigentes que se destacaram nesta ano desportivo. Apesar de ter sido pedida a colaboração dos vereadores e apenas a Alexandra ter dado resposta, hoje na reunião de câmara o ponto teve que ser retirado. Em causa estava o facto de não estarem lá contemplados todos os atletas que, de um ou outro modo, mereciam ser incluídos no voto de louvor. Sabe-se que o Vítor já tinha proposto que o assunto fosse relegado para outra reunião, para que houvesse mais tempo e todos ficassem incluídos, mas os elementos do executivo permanente queriam, ainda assim, que o voto de louvo fosse para a frente. O louvor teve que ser assim enrolado e colocado na gaveta para uma outra reunião onde fiquem incluídos todos os atletas. De certo modo entende-se que o Vicente tenha querido fazer o voto de louvor, quis foi tudo demasiado depressa! Esqueceu-se que nestes sete anos e meio em que está na câmara não conseguiu pô-la a funcionar como um relógio nem conseguiu que a informação esteja à distancia de um clique num botão. Ao não ter feito nada para que a câmara passasse para a era digital, está dependente da boa vontade (que nem sempre existe) dos que, lá dentro, controlam a informação. Se nestes sete anos e meio a câmara tivesse dado o salto qualitativo no que diz respeito à informatização dos serviços de modo a todos terem, ao minuto, toda a informação actualizada. Assim, como não foram capazes de implementar algo que até nem é difícil, passam pela vergonha de levarem assuntos para a reunião que têm que ser retirados porque não fizeram ao longo de tantos anos o trabalho de casa!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address