ORU em reunião extra!

CuriosoCMMGDeixe um comentário


Para muitos o termo ORU nada dirá. Trata-se da Operação de Reabilitação Urbana. Na prática o que quer dizer é que é o mecanismo que deverá permitir que a câmara intervenha junto de edifícios degradados no centro tradicional, possibilitando que seja feito investimento, obras e até mesmo apoio financeiro a quem possa querer reconstruir. É, em poucas palavras, a trave mestra no que poderá ser a reabilitação do centro tradicional. Mas porquê ser a sua discussão agendada para uma reunião extraordinária, que terá lugar a seguir a uma reunião ordinária? Sabe-se que o ORU está há anos para ser discutido. Noutras câmaras as operações de reabilitação estão há muito em execução, mas aqui só agora isso irá a discussão, O próprio PEDU previa este tipo de intervenção, tendo sido aprovados 4.894.117,65 de euros para que fosse feita essa intervenção em várias áreas de regeneração tais como Reabilitação integral de edifícios para habitação, Reabilitação integral de edifícios para habitação, Reabilitação de Edifícios visando a instalação do Mercado Municipal (que se sabe não ir para frente), Reabilitação do Espaço Público envolvente ao futuro Mercado Municipal (que se sabe não ir para frente), Reabilitação integral de Edifício no Património Stephens, Reabilitação de espaço público envolvente às intervenções no edificado do Centro Histórico, Reabilitação integral de edifício público para instalação de Espaço Comunitário, Reabilitação integral de edifício de apoio ao Jardim Luís de Camões. Há um ano que o PEDU está aprovado, mas só agora vai ser discutida a intervenção de reabilitação! Deverá ser por ter passado um ano sem que nada tenha sido feito e possa ir haver discussão entre os eleitos, que exponham o facto de que nada do que foi concedido em termos de fundos comunitários ter sido até ao momento utilizado, que convenha que os munícipes não saibam. Assim discute-se o assunto à porta fechada e, com um pouco de sorte, os munícipes até nem se apercebem que, um ano depois, nada está ainda a ser feito e todo dinheiro que está disponível não foi usado por inércia da câmara. Curiosamente noutras autarquias grande parte dos fundos aprovados no âmbito do PEDU foram já aplicados. Aqui, a poucos meses das eleições, está-se ainda a discutir o que se vai fazer, com a situação insólita de que os que hoje vão estar a aprovar a forma de reabilitar o centro poderão já não ser quem irá fazer parte das escolhas dos eleitores e quem irá ter que executar esse programa de reabilitação! É como que estarem a decidir algo que daqui a poucos meses poderá ser algo que os que se seguirão poderão até não concordar. Há decisões que há muito deveriam estar tomadas e esta é uma que não só já deveria tê-lo sido como estar a ser aprovada agora, em vésperas de eleições, não soa bem.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address