Começou em campanha

Curioso+ Concelho, Logrado34 Comentários


Se ontem não estivéssemos dentro do salão nobre, poderíamos ter ficado com a ideia de que estávamos numa qualquer acção de campanha. O Logrado ontem voltou ao comportamento de que quase já tínhamos saudades: está em campanha. Só falou estar com a t-shirt ou com bandeirinhas com o símbolo do seu movimento a serem acenadas para que não houvesse qualquer dúvida que está no terreno! A campanha começou e disparou em todos os sentidos. Foi, no fundo, o regresso do Logrado ’em modo de campanha’. Sem que tenha ainda assumido quem irá ser o cabeça de lista ou quem irá em segundo, ontem à noite ficou-se a perceber que o número dois poderá mesmo ser o Chanoca! Apesar de não o ter confirmado, a defesa que fez do movimento e até a exibição da troca de comentários que aqui foram feitos permitiu concluir que ele está de corpo e alma na candidatura. Parece ser assim uma ala muito ligada à direcção do ACM quem irá apoiar o movimento. Vai, no entanto, ser interessante ver-se como irão conseguir coabitar ideias de direita com ideias de esquerda! Sentar à mesma mesa o Chanoca, o Juventino e o Aires irá ser, sem dúvida, algo interessante de se ver. Será de esperar agora que as reuniões sejam mais animadas e que possam até surgir intervenções, no tempo destinado aos munícipes, de carácter puramente eleitoralista. Se há quatro anos o Logrado fez uma campanha virada para o populismo, este ano não deverá ser diferente.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

34 Comentário em “Começou em campanha”

  1. Avatar

    Vamos ter mais Mixórdia.
    O Chanoca e o Logrado será uma dupla terrível. Porrada não vai faltar.

  2. Avatar

    Caro Curioso, bastaria olhar para o folheto do +Concelho onde encontrará nos Princípios Fundamentais o seguinte:
    -Exclusivamente concelhio (significa isto que, enquanto grupo, não se pronuncia sobre a política nacional)
    -Abrangente e pluralista (significa isto que qualquer cidadão lá tem lugar e com as ideias mais divergente, não pondo em causa a união e os princípios do grupo, no respeito pelos pontos de vista de cada um)
    -Multi-partidário e apartidário (significa isto que pode englobar pessoas de diversas correntes políticas ou sem nenhuma simpatia partidária)
    Logo, quem apoia o +Concelho já sabe com o que contar e que no grupo não se discute política partidária. Ali o que interessa é o nosso Concelho e tudo o que possa ajudar a nossa terra, independentemente da camisola que cada um veste.

    O Logrado é e será sempre igual a ele próprio. Ao contrário de outros, sempre sabemos isso e com o que contamos. Assim, podem dizer que não têm apreço por ele, por qualquer razão, mas ninguém pode dizer que foi enganado pelo Logrado. Diz o que pensa e muitas vezes perde pela sinceridade. Há pessoas assim, que não mudam nunca e este é o nosso Logrado que, pelo que é, aprendemos a estimar.
    Sem sombra de dúvida, se quiser encabeçar alista, o melhor candidato a Presidente

    1. Curioso

      Caro UCA. Onde está o folheto que refere para as eleições deste ano? É que, tanto quanto temos conhecimento, apenas há a nota de imprensa. Ou o folheto que refere é o de há quatro anos?

      1. Avatar

        Caro Curioso, os Princípios Fundamentais fazem parte da identidade do +Concelho e estão num folheto de 2013. Esses princípios, fazendo parte da identidade do grupo, são algo imutável enquanto o +Concelho existir.
        Como alguém já aqui disse, alguns desses princípios têm sido plagiados por outras forças que, não tendo ideias próprias, acham por bem aproveitar as do +Concelho. Ao contrário do que se possa pensar e como apoiante do grupo, isso não me incomoda e até o entendo com algo lisonjeiro para o +Concelho
        Não tendo o caro Curioso acesso a esse folheto que contém os Princípios Fundamentais, alguém do +Concelho poderá facultar-lho se quiser.

        1. Curioso

          Caro UCA. Se o folheto é o de 2013, esse temos. Tendo em conta o que refere, sendo princípios imutáveis, como se ajusta essa imutabilidade às afirmações recorrentes do Logrado de que o ‘seu’ movimento é ajustável às ideias novas e aberto a quem se aproxime? Perante essas afirmações não seria previsível que os princípios fossem também eles evolutivos ou mutáveis e não, como refere, “algo imutável”?

      2. Avatar

        UCA!!!
        Estamos à espera dos estudos do aeroporto que tanto fala.
        Então? Ainda não os encontrou?

  3. Avatar

    Ainda não vi folhetos de nenhum partido nem movimento, mas estou expectante. Qual o motivo que leva o Curioso a perguntar pelo folheto do +Concelho para as eleições de 2017? Tal como já se viu slogans copiados do +Concelho de 2013 plagiados em algumas candidaturas para 2017, talvez seja interessante ver se plagiam mais alguns…

  4. Avatar

    É pena o Próspero ter andado a escrever coisas contra o Logrado. Ia ser delicioso ver o Logrado, o Chanoca e o Próspero, com as suas 100 ideias, a fazer campanha. Ia ser só rir.

  5. Avatar

    Ao contrário de outros, no +Concelho as pessoas podem falar livremente e dar a sua opinião. Há respeito pelas várias sensibilidades políticas e não há apenas a voz de um chefe todo poderoso que dita as leis! Essa é a grande diferença! Os grandes chefes têm os dias contados tal como os frouxos!

  6. Avatar

    UCA!!!
    Estamos à espera dos estudos do aeroporto que tanto fala.
    Então? Ainda não os encontrou?

  7. Avatar

    Pois.. temos pena, mas o Próspero não é figura representativa do +Concelho e nem está interessado em participar com o +Concelho. Logo o riso do anónimo vai ficar paras calendas.. é melhor arranjar outros motivos para rir. Faz falta rir, a vida corre melhor! Só estão os que têm espírito de +Concelho! E ter espírito +Concelho é, acima de tudo, estar interessado em querer o melhor para o concelho, trabalhar sem estar dependente de lobys, e tirá-lo do marasmo que tem vivido nos últimos 40 anos!

  8. Avatar

    O Logrado tem uma excelente visão e o Chanoca é a opção certa.
    Uma pessoa de bom senso, que granjeia um prestigio que permitiria dar muitos votos ao +C.

    1. Avatar

      Por por princípio não respondo nem forneço qualquer informação ou documentos a gente anónima, aqui ou noutro espaço qualquer e acho mesmo uma ENORME burrice, evidente, alguém pedir-me uma informação sem se identificar.

  9. Avatar

    Caro Curioso, os princípios imutáveis são a essência de algo ou alguém. São aquilo que define e identifica o algo ou alguém. Quando essa essência se modifica, esse algo ou alguém desaparece para dar lugar a outra coisa.
    Como dizia Lavoisier: “na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.
    A essência de cada coisa ou ser, não se pode mudar mas as mentalidades podem e é isso que transforma e gera evolução.
    Mudar e adaptar a nossa forma de pensar, ajustando-a aos tempos e às contingências da vida, é algo perfeitamente natural em seres inteligentes que não têm nada que ver com a essência ou natureza de cada um.

    1. Avatar

      O UCA é uma pessoa perfeitamente identificada que não liga a anónimos. Agora já tenho identificação e talvez me responda.
      Até já podemos fala quando nos encontrarmos.

      Tanta conversa para fugir à resposta.
      E o estudo?
      Quando foi feito?
      Quem o fez?
      Quem o pagou?
      A que entidade ou pessoa o podemos pedir?

      1. Avatar

        Pode sempre ir à Câmara e pedir para consultar esses documentos, ou perguntar o que é que lhe fizeram. Se foram encomendados e pagos, (como muita gente lá dentro sabe) tem que haver documentação. Foram estudos feitos ao longo de vários anos. Vá lá e procure bem que os há-de encontrar, se lhe deixarem lá mexer.
        Não estou a vê-lo ir lá porque me parece que deve ter sido um dos vereadores que, “ingenuamente” votou a favor desse esbanjar de dinheiro.
        Já viu que me devia estar agradecido por lhe chamar a tenção para essa gestão ruinosa dos dinheiros públicos?
        Parece que em vez disso, preferiu “atirar-se” a quem lhe quis chamar a atenção para esse facto.
        Espero que não seja daqueles que se aproveitam dos cofres da Câmara para entregar empreitadas por ajuste directo e que podem ser feitas até 75.000 Euros. Curioso, então não é que o estudo que a Câmara vai pagar tem um custo de menos 500 Euros do que o limite? Há coisa “incríveis”. Coincidências estranhas.
        UCA quer dizer Um Cidadão Atento.

        1. Curioso

          Caro UCA. Depois do que foi a troca de comentários sobre este assunto, pedimos na câmara os referidos estudos. Pedimos também informação jinto de outras entidades e ninguém consegue facultar o que quer que seja ou mesmo dizer se eles existem.

    2. Curioso

      Caro UCA. A forma como define os ‘princípios’ quase que parecem definir ideologia partidária! De qualquer modo, o que refere cria-nos uma dúvida. Os princípios são: Exclusivamente concelhio; Abrangente e pluralista; Multi-partidário e apartidário; Não ideológico; Descomprometido com a governação concelhia presente ou passada; Sem promessas eleitoralistas; Assente num modelo participativo dos
      munícipes; Parceiro das colectividades, clubes e associações. No entanto, pelo que pudemos ler há uns dias, vindo de quem fez parte do movimento desde o dia da sua criação, foi referido que:
      Sabendo que existem pessoas do inicio da constituição do grupo pessoas como Pedro Fonseca (que antes de o convidarem para o grupo me vieram pedir a minha opinião e que eu disse que sim que era pessoa muito válida), que é escuteiro, sabem há partida que o excluem desta reunião. É incómodo? Porquê?
      Todos sabem que e um dia que muitos migram a Fátima!
      Será só a mim que me parece esquisito esta data para uma discussão deveras importante para o movimento e a Marinha Grande?
      Tenho a certeza que a data foi ponderada!
      Não parece que estamos a condicionar algo?
      Será que é só a mim que me parece que isto tudo é muito ESQUISITO? Este grupo coordenador (que se devia dar a conhecer desde o seu inicio e eleitos de uma forma pouco transparente e esquisita nunca se deram a conhecer ao POVO Marinhense a bem da transparecia) que tomou conta do movimento após eleições e que não seguiram os seus pergaminhos da constituição do grupo CRIMINOSAMENTE. É algo de especial e de BRADAR AOS CÉUS!
      Todas as opções / decisões deviam ser feitas em urna e papeis abertos frente a todos e nunca como foi feito que quem quis manobrar, manobrou há sua boa vontade.
      Gosto muito de transparência e democracia e muito pouco ou mesmo nada de ser comido como parvo
      Podem ter enganados e manobrados todos outros mas a mim não o conseguiram.
      A democracia neste grupo que eu acreditei foi e è uma FALÁCIA! Obviamente que Carlos Logrado, é o responsável!
      Porquê que durante todo este tempo ( quase 4 anos ) nunca se discutiram as ideias dos seus constituintes?
      Só as ideias de Carlos Logrado e Armando Constâncio Santos, foram válidas?
      Por exemplo, o Mercado para a Marinha Grande e o mercado Atrium. ideias que eu tinha e que enviei para o local certo, quando foram discutidas? votadas publicamente conforme nossos pergaminhos do grupo”? HUM?
      Mercado Aum aproveitar o rés do chão e mercado do levante no parque da cerca, foi ideia do Carlos Logrado de acordo com a ideia de Armando Constâncio Santos!
      Nunca foi colocado há discussão do grupo outras opções (embora as tivessem minhas ) e nunca foram votadas no grupo.
      Carlos Logrado, usurpou durante todo este tempo o poder!
      Como eleito devenia representar a vontade do movimento votada em reuniões públicas e nunca o movimento se submeter aos interesses de poder de Carlos Logrado!
      É assim o nosso road book e quem não o cumpre, está a falsear a sua palavra, integridade e honestidade Não podendo ser chamado de outra coisa se não de mentiroso e manobrador entre outros adjecttvos que a mim me surgem e é melhor aqui não escrever Não é?
      O grupo coordenador deve-se demitir Caso não o faça Carlos Logrado, deve assumir todas as responsabilidades de até hoje não colocar as ideias recebidas nos seu e-mail à discussão pública, assumindo os erros durante estes quase 4 anos não promovendo as reuniões do grupo publicamente, conforme nossos pergaminhos e demitir-se ele do cargo, colocando-o à disposição por eleição DEMOCRÁTICA E TRANSPARENTE como nunca aconteceu
      “.
      Este texto, e os factos que nele são relatados, parece vir assim contrariar o que serão os princípios que refere serem a base do movimento ou estaremos a ver o assunto de forma errada?

      1. Avatar

        Caro Curioso, confesso que não consegui ir além do primeiro parágrafo desta lenga lenga que parece uma coisa sem pés nem cabeça. Porque razão me “brinda” com este arremedo de escrita?
        Isto não é escrever, é mais o resultado de alguém que não conseguiu controlar a sua essência ou natureza, como lhe queira chamar, e de que lhe falei acima.
        A essência de cada um pode-se comparar à expressão: “a verdade é como o azeite, vem sempre ao de cima” e a essência ou natureza de cada um também acaba por se manifestar, mais tarde ou mais cedo.
        Permita-me a citação: “Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não consegue enganar todas por todo o tempo.” Abraham Lincoln.
        Compreende naturalmente que algumas pessoas se tenham desiludido com o +Concelho. Uns porque chegaram à conclusão que não era aquilo que queriam, outros que se decepcionaram por só termos eleito um vereador e alguns porque achavam que podiam falar em nome do grupo sem que alguém lhe desse “carta branca” para isso e quando perceberam que não podiam fazer, é natural que tenham reagido mal ( é ponto assente que qualquer pessoa dentro do +Concelho pode dizer ou escrever o que quiser em seu nome e não em nome do grupo e à revelia deste).
        Já imaginou o que seria, pessoas que nunca aparecem nas reuniões de coordenação e apoio ao nossos eleitos, começarem a escrever em nome do grupo sem que o assunto fosse primeiro discutido em reunião?
        Está ver a balbúrdia que seria? Em todos os grupos ou associações de pessoas é essencial que haja ordem, regras e respeito entre os seus elementos elementos.
        O que escrevo aqui, é feito em meu nome pessoal, como apoiante do +Concelho, apenas. Sendo pessoal, posso emitir as opiniões que quiser e é isso que faço.

        1. Curioso

          Caro UCA. Desde há muito que não há posições assumidas dos apoiantes confessos do + Concelho. Temos, por isso, que ir buscar o que surge dos que, de um modo ou outro, apoiaram o movimento. A ausência de informação do vereador sobre o que faz, pensa ou quer ao longo dos quatro anos (e não adiantará vir dizer que todos poderiam ir às reuniões porque só há meia dúzia de semanas há essa informação) faz com que tenhamos que avaliar o que foi a acção do vereador / movimento da parte dos que escrevem o que acham dever ser escrito. Pode não ser escrever, e aí estamos de acordo, mas é de alguém que esteve na mesa de apresentação da candidatura há quatro anos! Deixou de prestar? Se assim foi, houve uma má avaliação de carácter por parte do ‘líder’ do movimento! À falta de melhor, temos que nos recorrer dos que acham dever escrever e que, em larga medida, contraria os princípios que refere serem imutáveis.

  10. Avatar

    Ó UCA não fica bem utilizar o anonimato para tentar passar informações falsas.
    Eu utilizo-o para esclarecer.
    Essa dos 5 estudos é uma invenção do Logrado. Quem o conhece sabe que tem sempre resposta para tudo e que quando não sabe inventa.
    Acha que se houvesse estudos eles não tinham sido já divulgados?

    1. Avatar

      Diário “As Beiras” 11 de Abril 2015
      A criação de um aeroporto na região Centro, a única região plano do país sem uma infraestrutura aeroportuária, é defendida por várias entidades que apontam as vantagens da abertura ao tráfego civil da base aérea de Monte Real, Leiria.

      As mesmas entidades rejeitam a repetição do exemplo de Beja, onde o aeroporto, resultado do aproveitamento civil da base aérea n.º 11 e a operar desde o dia 13 de abril de 2011, após investimento de 33 milhões de euros, está praticamente vazio e sem voos ou passageiros na maioria dos dias.

      “Os estudos estão feitos e mostram que se justifica uma infraestrutura aeroportuária na região Centro que permita voos internacionais. Não é preciso estudos novos, os que existem concluíram pela vantagem de construir um aeroporto civil na base aérea de Monte Real”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado.

      Para Manuel Machado, se o objetivo é aumentar o número de visitantes, a região tem de ter um acesso por via aérea, salientando, contudo, que não dispensa a modernização da linha ferroviária da Beira Alta “para servir adequadamente as pessoas e o transporte de mercadorias”.

      O presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado, referiu que, entre as “condições essenciais para o desenvolvimento” do setor, o transporte aéreo é “determinante”.

      Pedro Machado reitera apoio à solução de Monte Real, justificando com questões financeiras e a proximidade de Fátima, “onde se deslocam anualmente quatro milhões de pessoas”.

      Considerando que será apenas necessário “um suplemento financeiro para a base ter condições para passar a operar aviões civis”, o responsável da entidade regional, que abrange 100 concelhos, assinalou que “o Instituto Nacional de Aviação Civil diz que 1,2 milhões de passageiros tornam sustentável uma operação aeroportuária”, pelo que Monte Real é “um risco absolutamente calculado”.

      Caro anónimo, parece-lhe que o Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, não sabia o que estava a dizer?

      1. Curioso

        Caro UCA. Parece-nos, pelo que conseguimos saber, que os ‘estudos’ a que o Presidente da Câmara de Coimbra faz referencia não dizem respeito a estudos de viabilidade. Já antes tinham sido iniciados ‘estudos’ que foram suspensos, nunca tendo sido elaborado um único estudo de viabilidade, feito como é exigido pelo Governo. Houve estudos que foram feitos e que se pode concluir que “justifica uma infraestrutura aeroportuária na região Centro que permita voos internacionais”, mas nenhum foi com a profundidade que estes agora irão ser feitos e não há nenhum de viabilidade económica da própria estrutura aeroportuária, sendo que são, pelo que vem noticiado desde há muito, condição essencial para que o Governo abra o dossier e pondere essa abertura. Não lhe parece estranho que se houvesse estudos de viabilidade eles teriam sido agora apresentados e até mencionados na conferência que esta semana teve lugar?

  11. Avatar

    Diga lá onde estão os estudos. Não desvie a conversa. Mostre!
    Se nos mostrar o estudo acabamos aqui a conversa. Sabe o que se chama a quem falta à verdade e/ou não prova o que diz?

    Sobre o artigo que enviou, se não apresentam estudos é porque não sabia o que estava a dizer. Porque não o apresentou?

    1. Avatar

      Ó homem não se faça parvo. Parece-lhe que eu tenho os estudos no meu arquivo pessoal? Porque é que não se informa antes de vir para aqui escrever asneiras?

  12. Avatar

    Caro Curioso, como se costuma dizer, já dei que chegue para este “peditório”. Esta discussão tornou-se uma coisa vã a partir do momento
    em que as questões colocadas começaram a rasar a burrice .Se houve alguém que não percebeu o que foi dito, ou se tem dúvidas, só tem que se dirigir às entidades que trataram desses estudos e é algo que não foi escondido.Quando o presidente da Câmara de Coimbra diz que não são precisos mais estudos, certamente sabe do que está a falar. Também compreendo que não é fácil para quem votou a favor do estudo, assumir esse erro, ou que foi enganado, ou que fez o papel de lorpa.

    1. Curioso

      Caro UCA. Apenas nos metemos na conversa porque os argumentos que usou parecem não ter consubstanciação em factos.

  13. Avatar

    Uns começam em campanha e outros em contracampanha, mas como não há campanha contra que não tenha por objectivo ser a favor de uma outra campanha qualquer, a luta verbal começou há pouco mas já começa a cheirar mal…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address