Poluição

CuriosoCMMG, Parques1 Comentário


Há uns anos, quando o parque da Cerca estava a ser intervencionado surgiu uma polémica por causa dos solos estarem, alegadamente, contaminados com metais pesados. O assunto chegou mesmo à Assembleia da República em requerimento apresentado por um deputado do PEV. Esse assunto já lá vai, mas as questões relacionadas com poluição e sujidade parecem não ter fim. Quando se olha para as fotos fica-se na dúvida relativamente ao local a que dizem respeito. Umas são da Ribeira das Bernardas outras da Ribeira dos Milagres. Poder-se-ia dizer que apenas muda ao cheiro porque, no resto, é o mesmo! A Ribeira das Bernardas ‘banha’ pelos três parques da terra. E, vendo o estado em que os lagos se encontram e as margens, fica-se na dúvida de o termo ‘banha’ deverá ser usado como verbo se como ingrediente culinário. O que se vê passar na ribeira e ser depositado nos lagos quase parece ‘banha’ a flutuar. A câmara tem a seu cargo a manutenção dos parques e temos alguma curiosidade em saber se alguma criança cair naquelas águas imundas e, vendo o estado em que se encontram, adoecer qual irá ser a resposta da autarquia! Já que é hábito usarem-se os sinais de perigo para sacudir a água do capote, talvez seja o momento de a câmara começar a espalhar muitos sinais de perigo ao longo da ribeira. Como a sinalética prometida há anos ainda não saiu da fase das promessas, poderiam aproveitar para começar por aí.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Um comentário em “Poluição”

  1. Ernesto Silva

    Poluição é a continuação da falta do saneamento que uma cidade desta dimensão deveria ter concluído há muitos anos, assim como a distribuição da água deveria ter canalização nova para poder suportar o fim a que se destina ou seja levar a qualquer pessoa que dela precisa. Prometem arranjar mas esquecem-se do ano. Nesta mesma cidade da Marinha Grande existe outra poluição ambiental com os postes da EDP e os da PT que enchem a cidade por todo o lado. A baixa tensão,as ligações telefónicas, internet ou televisão deveriam ser canalizadas por condutas subterrâneas porque quem faz as obras são os distribuidores destes serviços. Custa aplicar a factura a estas entidades para acabar com esta palhaçada de paus saltitantes aos quais só falta a autarquia colar uns papepinhos de cores diferentes para pensarmos que estamos em festa. Quanto à ribeira das bernardas também ao Engenho a céu aberto e ainda esta semana estive a revisitá-la dos 2 lados da estrada. Tem dias para irem variando as cores da água. No parque da cerca nas traseiras dos bombeiros estes poderiam de vez em quando testar as moto bombas e irem lavando as pedras que vão acumulando porcaria e era uma forma de treinar os mais jovens na arte de conduzirem a água por bons caminhos.

Deixar uma resposta