Feira com novo modelo

CuriosoJFMG10 Comentários


Começa amanhã mais uma feira do livro organizada pela Junta da Marinha. O balanço far-se-á no final, mas esperamos que seja um sucesso. Este ano a feira não vai ser no jardim e a solução foi a de colocarem ‘barraquinhas’, muito à semelhança do que se vê noutras terras, num espaço aberto. Foi esta diferença que nos fez ir ao que escrevemos no passado e aos comentários que foram feitos antes por elementos da Junta, quando achámos que o modelo usado de colocar todos os livreiros numa grande tenda não fazia sentido. O ano passado fomos criticados por acharmos que o modelo não era o mais ajustado e um elemento da Junta escreveu que “denoto que de feiras do livro, artes e musica percebe pouco sendo mesmo pouco culto no assunto! Já visitou outras feiras do livro por esse país fora? pela Europa? ou pelo resto do Mundo? Por exemplo a feira do livro de Lisboa é no Centro Cultural de Belém ou em algum espaço fechado? Será que quem faz as feiras do livro por esse mundo fora faz tudo errado? a cultura só é valorizada se for a quatro paredes? Trouxemos ao Jardim de Camões desde fado a teatro, literatura e debate, canto, coros e orquestras. Todas as actuações foram bem recebidas, nenhum artista se recusou por ser numa tenda! // Se me permite deixo-lhe um conselho: venha às nossas assembleias, para estar mais bem informado e para o ano visite a nossa Feira do Livro, não vai estar ampliada mas melhorada estará certamente! Não a nível de infraestruturas mas culturalmente, que é esse o nosso objectivo. Vai ver como ela é agradável a todos! A feira continuará no jardim até porque: “cada macaco no seu galho”! // a nossa feira não pode ser feita em “barraquinhas” pois a largura do jardim não permite! Também lamentámos que não fosse possível!“. Pelo que este ano se pode ver, a feira afinal pode ser feita em ‘barraquinhas’, não tem que ser num tenda e pode ser feita à semelhança do que se faz noutras terras e nós, que sendo “mesmo pouco cultos no assunto”, conseguimos gostar mais deste novo modelo. Será que na Junta perderam a ‘cultura’ que o ano passado nos acusaram de não termos e passaram também eles a ser “pouco cultos no assunto”? Não cremos! Num dos comentários pode ler-se que “Acredito e entendo que temos sempre muito a aprender uns com os outros, que as criticas devem ser construtivas e não apenas para gerar likes, comentários e protagonismo!“. O modelo deste ano é diferente do antes usado e acreditamos que as criticas que por certo chegaram à Junta tenham servido para alguma coisa. Resta agora perceber porque foi abandonado o Jardim e foram encafuadas as ‘barraquinhas’ em frente ao museu, sem um espaço já delimitado, mas cremos que as explicações poderão surgir em breve assim como irá ser dada explicação em relação aos locais onde os espectáculos que estão anunciados irão ter lugar.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

10 Comentário em “Feira com novo modelo”

        1. Curioso

          Caro anónimo. Quando começam as obras? O ano passado nós éramos os incultos por acharmos que as ‘barraquinhas’ eram mais ajustadas ao modelo de feira do livro. Este ano já são todos incultos?

  1. Avatar

    Não vale a pena continuar com essa atitude, os gostos e os objetivos não são todos iguais

    1. Curioso

      Caro anónimo. Não se trata de atitude. Trata-se de conseguirmos perceber as ideias dos que mandam. Afinal, eles gerem o nosso dinheiro, a nossa freguesia e o nosso concelho. Temos direito a saber porque num ano a decisão é uma e no outro é diferente. Veja bem que nem estamos a criticar a solução encontrada para este ano. Concordamos com ela. Queremos apenas saber o porquê e os locais. É simples.

  2. Avatar

    Pois quando começam as obras!? Pois tem que perguntar a C.M.M.G o senhor disse que nesta data não podia ser feita lá, o café estava em obras em Maio

    1. Curioso

      Caro anónimo. Falta ainda perceber onde se irão realizar os espectáculos. Poderá ser falha nossa, mas do cartaz não conseguimos perceber onde irão ter lugar.

  3. Avatar

    O que me disseram foi que a câmara não deixou fazer no jardim porque o café ia para obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address