Diálogo não leva a nada

CuriosoCMMG, Vicente2 Comentários


Entrar em diálogo não leva a nada“. É isto que pensa o Vicente sobre a participação dos munícipes nas reuniões de câmara. Os monólogos sempre foram a forma mais eficaz de se imporem as vontades dos ditadores. Raras vezes vimos isso expresso de forma tão clara!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 Comentário em “Diálogo não leva a nada”

  1. Avatar

    Mais uma mentira porque o cidadão expõem naqueles 5 minutos o que o leva ali mas acontecia com o anterior dono do relógio que ele não deixava esgotar os 5 minutos e ele A.P. ao começar a responder deixava claro que em vez de alhos respondia com bogalhos e o cidadão sentia necessidade de corrigir o seu pensamento porque havia entendido mal ou não percebia do assunto e isso não era diálogo era um acrescento do que havia exposto e aliás ainda faltava tempo para esgotar os 5 minutos. Eu só desejo que eles trabalhem e que se deixem dos/das tricas de quem lhes vai estragar o arranjinho ou o caldinho, previamente preparado. Não estão à altura de gerir uma câmara com tanto trabalho por fazer e de grande dimensão. Não passam de aprendizes de feiticeiro colocados no lugar errado.

  2. Ernesto Silva

    Nem diálogo nem atendimento telefónico porque nem isto sabem fazer. Hoje peças 10H45 e para dar a leitura do consumo de água, porque não gosto de estimativas, liguei para o número indicado na factura para o efeito de leituras 244 573 331. Marquei por 5 vezes e não atendeu ninguém. Antes de desligar aparecia uma gravação ” não é possível completar a sua chamada”. Se completar significa acabar, concluir, terminar, a mensagem não pode ser completada (acabada, concluida, terminada) porque nunca foi iniciada, porque ninguém atende aquele número específico para a leitura da água. Então no último dia especificado para o efeito não tem colaboradores para atender chamas? Porque não passa automaticamente para um chefe de divisão? Isto é do outro mundo. Claro que cada vez que a voz aparecia informando não poder ser completada a chamada, o prestador de serviço cobra um custo por chamada desligada que neste caso multiplica por 5 tentativas desligadas. Melhor seria ter um número de valor acrescentado e no final de cada mês atribuíam um prémio àqueles que querem cumprir os seus deveres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address