Igualdade! Onde?

CuriosoCMMG4 Comentários


Ontem fomos assistir ao concerto integrado nas comemorações do 18 de Janeiro e foi, para quem gosta, muito bom. Não escrevemos isto para fazer pirraça aos muitos que queriam ter assistido e não puderam. Escrevemos porque foi o facto de termos ido lá que permitiu ver quem estava. Não vimos o Vítor nem o Aurélio, mas o resto dos vereadores estava lá. Claro que poderão alguns foram eles que ligaram a reservar bilhete ou mesmo que estiveram na fila para tentar conseguir o ingresso. Ninguém acreditaria e sabemos que não foi assim. A Cidália guardou os bilhetes para todos os vereadores (os que não foram foi porque não quiseram). Na câmara optaram por não tratar todos por igual e deram aos eleitos prevalência em relação aos demais munícipes. Vimos muitos funcionários da câmara, familiares e amigos de amigos. Falámos com muitos que lá estavam, como nós, cujo bilhete tinha sido obtido sem que tivessem tido o trabalho de o reservar como o comum dos munícipes ou de irem para a fila. Bastou-lhes ligar a certa pessoa. Que bom que é termos uma câmara que tem preocupação em trazer artistas, porque como a vereadora diz a terra merece, mas que são apenas para alguns (e nós somos dos que nem se pode queixar porque estivemos lá). Ontem o 18 de Janeiro ficou assim marcado por tudo o que a luta operária quis por fim. O actual executivo deu mostras de não conseguir tratar todos de forma e igual e de querer separar o que deveria estar junto.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

4 Comentário em “Igualdade! Onde?”

  1. Avatar

    Sera que o STIV foi convidado? Fazendo o concerto parte das comemoraçoes do 18 de Janeiro…

  2. Avatar

    Não sei qual e a admiração ? Quando põem os bilhetes a venda eles já estão distribuídos para o pessoal da câmara e amigos dos amigos. E uma vergonha ! Quando rem as eleições autárquicas as pessoas que foram ver o espectáculo que votem porque voto meu não mamam mais.

Deixar uma resposta