SantosVitor

Pode-se dizer que, com excepção de quem conseguiu ver a proposta de há um ano aprovada, tudo correu mal para todos. Além da postura de quem não erra e tem sempre a certeza do Logrado, também o Santos começou por acusar o Vítor de o ter enganado. Isto porque, pelo que foi possivel ouvir, antes de ter sido subscrita a proposta que ontem foi apresentada pelos quatro vereadores, terá havido um telefonema entre os dois vereadores onde o Santos terá questionado o Vítor se aquela proposta teria a aceitação de toda a oposição, incluindo o Logrado. A resposta terá sido afirmativa e terá sido por isso que também o Santos a subscreveu. Terá sido com espanto que se apercebe, quanto recebe a ordem de trabalhos da reunião, que, afinal, nem todos os vereadores da oposição estavam em sintonia. Isso foi afirmado na reunião o que levou a que o mal-estar começasse. Apesar da tentativa de chegarem a um entendimento conjunto, a posição assumida pelo Logrado, de não querer mexer na sua proposta, impediu que isso acontecesse, e acreditamos que irá em breve assumir uma posição de vitima. Veremos! Quando foi a votação ficámos pasmados com o facto do Santos se ter abstido na votação da proposta por si subscrita, mas quando pensamos no que ele disse é provável que a sua abstenção nas duas propostas possa ser entendida como o resultado daquilo que queria que acontecesse: a junção do que as duas tinham de bom para que fosse assumida uma posição conjunta, sem divisões. Claro que o que o Santos disse e tudo o que aconteceu na reunião entre o Vítor e o Logrado levou a que depois, à hora do almoço, tivéssemos visto inicialmente os três vereadores, Vítor, Santos e Logrado, à mesma mesa para começar a almoçar e, de repente, o Vítor tenha passado para uma mesa sozinho onde almoçou, longe dos seus colegas de vereação. Naturalmente que não sabemos que terá sido dito naqueles poucos minutos em que estiveram juntos, mas ficou claro que alguma coisa aconteceu que levou a que o Vítor abandonasse a mesa e fosse para um canto da sala. Ontem quase tudo correu mal e ficou claro ontem que a campanha eleitoral está a começar e que os interesses politico-partidários se começam a sobrepor aos interesses dos munícipes e do concelho.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

2 comentários

  1. Mas decorridos tantos anos da data libertadora de um Abril será que não conseguem almoçar juntos? Nem a palavra Marinha Grande lhes merece respeito? Tanto para fazer e tanto por fazer e perdem tempo com ninharias.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário