CMMGTelmoVicente

A reunião de ontem, além dos aspectos que levaram a alguma discussão e foram retirados da ordem de trabalhos, teve um momento alto que poderemos dizer que foi a cereja no topo do bolo. Já no final, quando todos já estavam a contar ir embora o Telmo usa da palavra para, na qualidade de deputado, questionar o executivo. Questiona sobre três aspectos que considerou deverem ser esclarecidos. Até aqui nada de anormal, apesar de pouco usual. A cereja surge quanto o Telmo diz que coloca a questão na Assembleia Municipal porque tinha há tempos enviado um email ao Vicente a alertar para as mesmas situações e ele nem se dignou a dar-lhe resposta! Ou seja, não são apenas os vereadores e os munícipes que desesperam por respostas, também o Presidente da Assembleia está colocado ao mesmo nível. é provável que o Vicente actue assim para que ninguém o possa acusar de tratamento desigual! No momento em que um Presidente da Assembleia, presidente do órgão acima do executivo, tem que questionar o executivo porque não lhe dão resposta é o momento em que a incompetência de quem está à frente da câmara fica demonstrada. Mas o assunto não ficou por aqui e no final, já depois da reunião ter terminado, a conversa entre os dois prosseguiu e conseguiu-se sentir que o Telmo não está nada, mas mesmo nada agradado com a forma como o Vicente tem conduzido os destinos da câmara. Se dúvidas havia, ontem ficaram dissipadas. Quem se seguir ao Vicente à frente da lista pelo PS bem que se pode preparar para ir recolhendo os cacos que a governação do Vicente foi deixando.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. Ao que isto chegou. Já se sabia que o Telmo estava incomodado mas agora parece que lhe saltou a tampa.
    Ja nem com os deles, mesmo o Presidente da AM as coisas estão bem.
    Podemos retirar a mensagem que o Telmo queria transmitir.

    Não está com esta gente!

  2. A conversa do presidente da AM e também deputado merece ser salientada porque entendeu o grau de insatisfação porque passam os municipes. Embora seja o seu dever merece ser destacada pelo seu percurso nesta cidade que vem confirmar que a AM não é local de romaria. Os regulamentos são para ser cumpridos. Dentro da autarquia desde 2014 temos vindo a ser informados que receberemos sempre resposta às questões que nos afligem. Mais uma vez se prova que essa palavra não tem um pingo de verdade. Chama-se a isto dentro da autarquia governação sem rei nem roque. A Marinha merece mais pelo esforça notável que os seus cidadãos sempre desenvolveram em prol da sua cidade. Mais depressa se apanha um ou mais mentirosos do que um ou vários coxos.
    Soubemos agora que o presidente da Câmara de Oliveira de Azemeis do PPD/PSD Hermínio Loureiro pediu a sua demissão afirmando que quem está contrariado o melhor que tem a fazer é sair de bem com todos. Não sabemos as razões porque saíu mas vem provar que os eleitos tem que estar atentos às mensagens da sociedade. Ninguém é insubstituível. Quem não está capacitado deve retirar as consequências como um acto normal em democracia. Antes esta forma do que abandalhar o cargo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário