Novas negociações?

CuriosoAurélio, CMMG, PS, Vicente8 Comentários


negociar-qualquer-coisa_2Depois de ontem o Vítor ter retirado a proposta de revisão, é provável que o Vicente se volte a sentar à mesa com o Aurélio para que tente que seja aprovada a revisão. Se do lado do Santos se sabe mais ou menos qual a sua posição, sabe-se também que o Aurélio colocou como premissas, já depois do chumbo da revisão, para que vote a revisão a definição de critérios que passam pela reposição no orçamento de 2016 das rubricas que o Vicente tinha alterado até Junho, no montante de três milhões e meio de euros; pelos projectos de financiamento externo, designadamente fundos comunitários e pela abertura de novas rubricas relativas ao que são as reais necessidades da população, e que são vontades transversais de todos os membros do executivo. Se até agora o Vicente não tinha avançado com mais nada, um pouco à espera do que ontem poderia acontecer, agora não tem mais desculpa para que não volte à mesa das negociações já que, de um modo algo estranho, a sua única tábua de salvação passa por conseguir um entendimento com aquele que, em certo momento, parecia ser o inimigo a abater, o Aurélio! Com o Logrado a tentar tudo para deitar abaixo o PS – pondo inclusive como hipótese um entendimento que abranja o +C, PCP e PSD – e o PCP de costas voltadas, ao Vicente não resta outra solução senão a de tentar chamar a si aquele que o Pedrosa tem acusado de ser um dos entraves para a regular gestão da câmara. Se também esta negociação falhar, poucas alternativas restam ao Vicente que não seja a de antecipar o que disse ir fazer daqui a um ano.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

8 Comentário em “Novas negociações?”

  1. Ernesto Silva

    Sempre que assisti às 5ª feiras negras desde 2014 o único vereador que senti com capacidade para exercer o cargo foi exactamente o Aurélio. Não tenho amizade com ele por isso estou à vontade para o comentar. Foi inúmeras vezes achincalhado sobretudo pelo anterior presidente e afins mas nunca permitiu que o vergassem. Sempre se pautou pela verdade e pela preparação dos temas a tratar. Organizado sentia na pele o fel dos incompetentes e seus colegas. Explica ao que vai e ainda transmite aos municipes o que se passa nas reuniões, justificando sempre o seu ponto de vista. Tem imensas sugestões apresentadas com seriedade visitando os locais que mais precisam de ajuda. Eles consideravam-no inimigo porque ele interrogava-os face à sua impreparação.

    1. Avatar

      A PROPÓSITO DE UMA NOTA EXPLICATIVA DO MpM SOBRE O ORÇAMENTO RECTIFICATIVO.
      Caro amigo Aurélio Aurelio Ferreira. Subscrevo praticamente tudo o que esta nota explicativa do MpM descreve, mas tenho uma dúvida de carácter técnico e uma interrogação no plano ético que o MpM tanto defende e tem a ver com falar claro aos munícipes, com verdade e transparência. Quanto à dúvida de carácter técnico, posso estar enganado, mas acho que, apesar de vir a acumular desde 2013, o Saldo da Conta de Gerência só é apurado com a aprovação das contas do ano de 2015 e a sua afectação a obras previstas no Plano Plurianual, só pode ser feita após essa aprovação. É uma dúvida, porque não tenho a certeza absoluta de que assim seja. Quanto à interrogação, quando afirma que a Marinha não tem um MERCADO DIGNO, não posso deixar de me interrogar se o meu amigo, ou o MpM enquanto movimento independente, conhecem e visitaram o Mercado Atrium, construído entre 2003 e 2005, com a aprovação maioritária da Câmara e da Assembleia Municipal, que foi impedido de abrir sem fundamentação técnica e legal em 2006. A julgar pela sua definição, de que o NOVO MERCADO ATRIUM É UMA INDIGNIDADE, ficaria bem, em nome da verdade, da transparência e do direito dos eleitores a serem informados, que o MpM, de uma forma factual, nos diga a todos, que razões objectivas e comprováveis são invocadas, para se gastarem mais 3.500.000,00€ a construir um segundo mercado, passando a mensagem enganadora de que não existe um já construído e abandonado. Eu e todas as pessoas têm direito a saber porque é que o MpM finge que o Atrium não existe e todos nós, que pagamos os nossos impostos, gostaríamos que ficasse clara a razão que o leva a considerar não digno um equipamento que foi escrutinado durante anos, pelo menos desde 1994, foi aprovado pelos órgãos autárquicos, fiscalizado pela IGAT, agora IGF e obteve o visto do Tribunal de contas.

  2. Avatar

    Desta votarei no Aurélio pela excelente postura que teve em todo o mandato.
    Até agora sempre votei PS para a camara.

  3. Avatar

    O Aurélio é uma fraude política. Anda a reboque do Logrado, o único que tem uma estratégia de conquista do poder. O Aurélio está a fazer o frete para dar a câmara de bandeja aos comunistas. Pobre cidade!

    1. Avatar

      Bem sabe que não está a ser verdadeiro.
      Esta afirmação só pode ser de alguém do Vicente ou do Logrado que se estão a sentir ameaçados pela dinâmica e pela coerência do Aurélio.
      Não fugiu e sempre trabalhou ao longo destes 3 anos ao contrário do Logrado que aparece com uns fogachos e uma atitudes populistas. O Vicente fica sempre entalado por não conseguir justificar as asneiras.

  4. Avatar

    Quantas propostas o Aurélio apresentou? Criticas e só criticas. O Logrado foi sério tentou mudar a câmara por dentro, como a Tereza não deixou vai muda-la de fora.

    1. Curioso

      Caro anónimo. Quais foram as mudanças que ocorreram? Ajude-nos e identificá-las porque, à excepção das ausências por muitos meses, não conseguimos encontrar diferenças em relação aos demais eleitos.

  5. Avatar

    Meia caro Anónimo,
    Seja justo.

    O Logrado está perdido e tenta encontrar algo a que se agarrar. Tentou ser vereador apoiando o Vicente e a Cidália. Será que ele não sabia que aquela gente não quer acordos e quer apenas manter o poder?
    Pateta a fingir de sério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address