CMMG

A questão do ex-vereador Artur ter ganho o processo à câmara não deverá ficar por aqui. A questão remonta há muitos anos e, resumindo, trata-se de ele afirmar que é dono de três lotes que a câmara ocupou. O tribunal terá dado razão em parte ao ex-vereador e reconheceu que ele seria dono de dois e não de três como afirmava. Não haveria qualquer problema não fosse o facto de ali a câmara ter construído prédios que agora não pode deitar abaixo. Os cinco milhões que o ex-vereador pedia (segundo as notícias) ficam assim reduzidos a menos de um milhão. A câmara, como entidade de bem que deveria ser, tinha obrigação de cumprir a decisão mas a informação que ontem foi dada foi a de que deverão recorrer, mais que não seja para ganhar tempo. Não sabemos se o ex-vereador o irá fazer mas é estranho que a câmara não acate uma decisão de um tribunal quando já em 92 houve uma decisão que também foi favorável ao ex-vereador. Cada vez menos se consegue ver a câmara como uma entidade de bem, facto que ontem ficou mais evidenciado quando, a propósito do estacionamento feito em terreno que não é da câmara, se percebe que os conselhos dos jurídicos é a de avançarem com expropriação e não a de tentarem chegar a um entendimento (está ainda por saber o que irão fazer com as quantias recebidas pelo estacionamento instalado em terreno alheio). Nestas situações se consegue perceber que a desigualdade entre o Estado e entidades estatais é grande. É que, para poder ter chegado até onde chegou com a decisão, o ex-vereador teve já que gastar uma imensidão de dinheiro ao passo que a câmara nem um cêntimo gasta. Assim é fácil fazer com que os assuntos se tentem arrastar pelos corredores dos tribunais. O Vicente tinha agora a oportunidade de mostrar que a câmara é uma entidade de bem mas parece querer ser igual aos que o antecederam, passando a batata quente para os que vierem a seguir. Com tantos problemas que existem e parecem estar a surgir, quase temos pena daquele/a que posa suceder o Vicente.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

3 comentários

  1. A câmara tb já gastou muito dinheiro. Apesar de ser irresponsável, tem advogados que não sabem o que andam a fazer. Assim, pagam a peso de ouro o Vitor Faria, e ficam na mesma a perder todos os processos. É mesmo bonito tudo o que está a acontecer. E não vejo ninguém a indignar-se. Tudo isto à custa dos nossos impostos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário