Andamos a brincar?

Categoria CMMG, Vicente by Curioso3 Comentários


Jattempt-suicide-with-banana_2á aqui dissemos que não entendemos a proposta de revisão do PCP com tudo aquilo que querem que seja feito este ano. Mas isso somos nós na qualidade de munícipes. Outra coisa é quando o Vicente opina sobre isso! Pode hoje ler-se que ele disse que, a propósito da proposta de alocar mais de dois milhões para o mercado, “qual a localização do mercado? Qual a viabilidade de executar em menos de quatro meses mais de 2 milhões de euros de uma obra?”. Se a segunda questão é uma que nos parece legitima, a primeira parece-nos ser mais um tiro que dá em si próprio. Cada vez que fala enterra-se! A pergunta que ele faz é uma para a qual ele já deveria ter resposta! O antecessor prometeu que a discussão sobre a localização do mercado seria depois do Natal. Não cumpriu. O Vicente, em Maio, informou “que se vai dar início ao processo de participação pública da localização do mercado municipal” mas nada ainda aconteceu. Em Julho a Cidália afirmou que, em relação ao que estava previsto na proposta de revisão do orçamento, há uma alínea que diz que: “construção do novo mercado municipal: após a discussão pública, lançamento do concurso para execução da obra no 4.º trimestre de 2016“. Ou seja, a questão que o Vicente coloca, e vem no jornal hoje, é uma que não faz sentido ele colocar porque, por um lado, ultrapassou já em muito o prazo para discussão da localização e, por outro, é a sua vice-presidente quem afirma que o concurso para o início da obra será no quarto trimestre. Mas voltando à questão principal, quem deve fazer aquela pergunta ao Vicente é ele próprio quando se olha ao espelho. Se ele, que é o Presidente, não sabe e acusa a oposição de também não o saber, que dirão os munícipes que andam há anos à espera de uma resposta? É motivo para se perguntar se andamos todos a brincar com assuntos sérios.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Comentários

  1. Ernesto Silva

    Claro que eles andam todos a brincar porque não sabem fazer outra coisa. Seria mais oportuno no momento criar com todas as infraestruturas nova zona industrial porque de outra forma o desenvolvimento que todos queremos não chega cá ou melhor vai chegando com os milhares de veículos que se encaminham para as praias da região e deixam na sua passagem milhões de particulas de poluentes. Deveriam no imediato acabar com a falta de saneamento que se faz sentir na cidade e lugares que compoem as freguesias. É incompreensivel tamanha falta de sensibilidade. Não podemos ir ao pinhal de todas as vezes que estamos apertados. O senhor delegado de saúde tem que ser chamado à responsabilidade por permitir vivermos no séc XIX. Não brinquem com o dinheiro dos municipies. Será entendível num momento em que se apela à melhoria das condições na zona comercial da cidade um qualquer lojista pretender erguer uma esplanada e ter que pagar uma pequena fortuna, quando vai alegrar a zona com chapéus e cadeiras coloridas e os cofres da autarquia estão cheios? Eles não sabem o que fazem nem o que dizem.

  2. Ernesto Silva

    Se o Sr. Vicente é um boneco nas mãos dos que não mostram a cara, não sei. Apenas sei tal como o antecessor que as mentiras são constantes. No ano de 2014 assisti a muitas reuniões na Câmara. Cada semana havia uma nova. Em acta de 2014 está escrito e transmitido que o actual presidente tinha um projecto para o saneamento para a zona do Engenho conhecida por Rua dos Pimentas, Travessa dos Pimentas e Pedreanes. Pois passado pouco tempo esqueceu esse sonho melodioso e a Travessa foi pavimentada como se tratasse das ruas envolvente ao Santos Barosa. Conclusão morreu o sonho e a promessa ou destroi-se o novo tapete? Para o ano estaremos atentos.E não só. São Pedro de Moel precisa de muitas respostas (piscinas da Promoel, antiga pensão D.Dinis) por exemplo.

Deixe um comentário

  
Please enter an e-mail address