‘Governem-se’

CuriosoCMMG, PS, Vicente14 Comentários


turn_away_vicenteO Vicente comunicou publicamente que não irá ser candidato pelo PS. É uma decisão como qualquer outra que se respeita. Não sabemos ainda se irá ser bom ou mau para o PS esta sua comunicação quando se sabe que não há ainda quem possa ocupar o lugar de candidato. O tempo o dirá. Para já temos apenas o seu ‘esclarecimento’ e é com base nele que há conclusões que se podem tirar. Por um lado a de que se alheia por completo do processo autárquico quando refere deseja “que o Partido Socialista saiba conduzir o processo autárquico da Marinha Grande de forma cuidadosa e eficaz” já que em momento algum declara ir ser um dos que irá colaborar com essa condução. É mais ou menos um ‘governem-se que eu salto fora’! Refere também que  o cargo que tem “apenas desempenho pela renúncia ao mandato do anterior Presidente, porque nunca o ambicionei, nem ambiciono”. Se da primeira conclusão podemos dizer que estamos como ele, eles que se entendam, já esta afirmação é motivo de preocupação. O Vicente assume que ocupa um lugar que não quis nem quer. Se por um lado isso poderia ser visto como algo de bom, porque não estará agarrado ao poder, a parte que nos deixa preocupados é o facto de ele assumir que está a fazer algo que não quis nem quer. Todos sabem que quem faz o que não quer o faz de forma ineficiente ou mesmo contrariado. Nunca se pode esperar algo de bom de quem actua contrariado. Falta ainda um ano até às eleições e hoje ficámos a saber – porque até agora só os actos o demonstravam – que vamos ter um Presidente que está ali a fazer o que não quer, que não ambicionou e, como tal, não está por vontade própria. Quando remata dizendo que “estou convicto que assim vai ser em benefício do concelho da Marinha Grande” reconhece que a sua eventual recandidatura ao cargo não seria benéfica para o concelho. Quando diz que “assim vai ser em beneficio do concelho” está a dizer que ele próprio acha que o seu afastamento é benéfico para o concelho. Se acha que a sua saída traz beneficio para o concelho significa que a sua permanência é nefasta! Se assim é, porque se mantém? Porque vai deixar que só daqui a um ano possa haver benefício para o concelho?


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

14 Comentário em “‘Governem-se’”

  1. Ernesto Silva

    Esta notícia não é novidade a novidade foi a Câmara não ter caído quando devia porque a oposição quis cavalgar a onda para chegar fresca às próximas eleições. Como pode uma autarquia da mesma cor do governo do País não libertar uma parcela de pausitos de madeira a que chamam pinheiros no Casal da Lebre e do lado contrário à zona industrial? Porquê? Revelam o que vai por aquelas cabeças porque nem sequer tem prioridades. A primeira dessas obrigações é dar oportunidade àqueles que se sentem com capacidade de investir para desenvolver, criar emprego é ter espaço barato mas com infraestruturas, porque senão acontece mais uma selva tipo Pero Neto.

  2. Avatar

    Achavam mesmo que eles se iam embora sem fazer estragos??
    Assim que perceberam que não iam conseguir o que queriam – perpetuar o poder – que começaram a desenhar está estratégia de “terra queimada”… vai ser queimar tudo e todos à sua volta…

  3. Avatar

    Caro curioso, obrigado percebe-se melhor:
    A distrital já escolheu o candidato da Marinha
    O remoque do Paulo contra o Sales e por isso mesmo
    A Cidalia foi trucidada pela distrital que assumiu o controlo do processo, parece mau mas não é, passam as culpas
    A fonte bem colocada está ligada ao Sales ou é ele
    Os socialistas tratam tudo com os pés, nem um médico os salva!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address