Uns conseguem, outros…

CuriosoCMMGDeixe um comentário


castelos_praia

Ontem lemos que “num dia marcante com reunião em Lisboa na Direcção Geral do Tesouro e Finanças tratando da cedência/”aquisição” do Forte São Miguel Arcanjo (Farol para os nazarenos), fizemos um primeiro teste da iluminação exterior. Um pequeno passo para o Farol face ao projecto de requalificação orçamentado num mínimo de 500 mil euros mas também a requalificação dos acessos ao Farol e Praia do Norte orçado também em cerca de meio milhão de euros”. Quem o escreveu foi o presidente da câmara da Nazaré. Ao lermos esta declaração lembrámos que cá temos o Parque do Engenho e que, em relação a ele, a câmara não conseguiu ainda nada. Aliás, nem se sabe o que está a ser feito, se alguma coisa está! Faz lembrar quando brincávamos na areia a fazer castelos e uns conseguiam enquanto outros ficavam-se por um amontoado de areia. Por cá fazem-se amontoados de areia enquanto noutros concelhos surgem castelos bonitos e bem feitos. Além de vontade, a essa capacidade chama-se competência. Uns têm, outros nem por isso! Isso é aliás mais evidente quando recordamos o que foi a dificuldade que houve em conseguir que as arribas fossem reparadas ou as matas limpas. Mas há uma coisa que também não podemos esquecer, se há coisas em que se nota que sendo picados eles se mexem – veja-se o caso do cartaz para as Festas da Cidade – outras há em que o picar não é suficiente porque competência não surge assim sem mais nem menos!


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Leave a Reply