Assobiar para o lado

CuriosoAurélio, CMMG, Nelson, Vicente6 Comentários


vicente assobiarNa reunião de quarta o Aurélio passou o tempo que tem, antes da ordem do dia, a falar sobre uma situação que não se percebeu bem do que se tratava. Hoje saiu uma nota de imprensa onde ficou esclarecido o que se passou. Pelo que vem na nota de imprensa, depois do adjunto ter insinuado que o vereador tratava de forma diferente os amigos, numa clara referência ao que se passa com a Patrícia e os quinze mil euros que ainda não foram devolvidos à câmara (sem que a Cidália pareça ter grande pressa em os receber, diga-se de passagem), o Aurélio terá pedido esclarecimentos ao Vicente uma vez que, segundo se lê, o vereador acha que o escrito do Nelson o acusa de corrupção. Pelo que agora se percebe pelo comunicado, o Vicente terá assobiado para o lado, como se o assunto não lhe dissesse respeito, e não terá tomado nenhuma posição. Este comunicado, a que conseguimos ter acesso, tenta por a nú o facto do Vicente mostrar ser incapaz de tomar decisões. Pelo que se percebe foi-o agora, não tendo decido fazer o que quer que fosse em defesa do vereador nem em defesa do seu adjunto, deixando-o assim sem qualquer apoio expresso. No fundo o Vicente como que deixou que o adjunto fique entregue à sua sorte e ao que o vereador possa querer fazer perante a insinuação de corrupção. Esta situação vem chamar a atenção para o que muitos se queixam estar a acontecer desde que o Vicente assumiu as funções que tem actualmente: não decidir. O que o vereador não disse de forma clara é o que é por todos reconhecido: desde que o Vicente assumiu o poder ainda não foi tomada uma decisão que se possa dizer que esteja a trazer algum benefício para quem aqui vive. O “laissez faire, laissez aller, laissez passer” que está a caracterizá-lo não é seguramente o que a terra precisa. O assobiar para o lado parece ser a marca que vai deixar mais marcada nestes meses que faltam até ao fim do mandato. Se nesta “guerra” que parece existir entre o vereador e o adjunto o Vicente optou por um “nim”, não dando razão nem a um nem a outro e, pior que isso, deixando o seu adjunto sem apoio, no que diz respeito à gestão camarária o comportamento parece ser igual. Se o seu comportamento entre os dois o problema pouco nos interessa, já no que diz respeito à gestão camarária diz-nos e muito. Fica a questão: que decisões tomou o Vicente desde que assumiu o poder?


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

6 Comentário em “Assobiar para o lado”

  1. Avatar

    Em breve vai começar implementar as acções já definidas no PEM,
    se é que quer mostrar serviço.

  2. Avatar

    mas o que e que a Teresa de facto sabe fazer para estar sempre naquele lugar (além de mandar , ta claro)?

  3. Avatar

    Vejam o que o relatório dos auditores da Camara diz sobe os 15000€ emprestadados aos amigos xuxas : “Apesar de não ter sido ainda ressarcida do valor em causa , a Camara procedeu a emissão da de guia de receita nº29286 regularizando contabilisticamente aquela devolução como um proveito extraordinário .Dada a natureza das verbas recomenda-se o acompanhamento desta situação” .Mais claro do que isto é impossível mas sobre isto ninguém abriu a boca na Assembleia e na Camara!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

  
Please enter an e-mail address