CMMG

trib_comercioHá dias um munícipe questionou a câmara sobre a questão relativa a não ter sido instalado aqui na terra o Tribunal do Comércio. A resposta que o Vicente deu foi a de que “desconhecia a situação relatada. O que sabe é que no anterior mandato a CMMG chegou a disponibilizar instalações para o Tribunal enquanto este estava em obras” e que “pode garantir que a CMMG não colocou qualquer entrave à instalação de qualquer serviço do Tribunal”. O tempo passa e por vezes a memória não ajuda e é capaz de ter sido esse um dos motivos que levou o Vicente a responder deste modo. Provavelmente terá esquecido que ainda antes da alteração do “mapa judiciário” que fez com que a terra ficasse quase sem tribunal a Ministra da Justiça se deslocou aqui à terra num fim-de-semana e que a câmara terá pedido uma quantia elevada para que fosse disponibilizado um espaço para aqui poder ser instalado o tribunal. Terá provavelmente também esquecido que tiveram conhecimento que a alteração tinha sido efectuada quando alguém lhes disse que aqui no Largo apareceu um post com o assunto sobre o factos de problemas que envolvam as crianças terem que ir para Pombal para serem resolvidos. Deve ter sido assim por esquecimento que o Vicente se esqueceu de dar a resposta ao munícipe que era devida e que mais não era do que dizer que a câmara não só nada fez para que a terra pudesse ter aqui o Tribunal do Comércio como ainda terá pedido um valor elevado para ceder um espaço.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

  
Please enter an e-mail address

Postar Comentário