Vira o disco

CuriosoPSD17 Comentários


discoman_1Como já se previa, a comissão política do PSD aqui da terra volta a ser presidida pelo Pedro. Sem que se possa dizer se a eleição para comissão teve uma votação expressiva, uma vez que se realizou em simultâneo com a eleição Presidente da Comissão Política Nacional e dos Delegados ao 36º Congresso do Partido Social Democrata, o que impede que se possa aferir qual a participação exclusiva para eleição da comissão, o que se nota que existiu foi apenas uma viragem do disco para tocar o mesmo que até agora tocava. Apesar de não ter sido dado a conhecer quais os que foram eleitos (ao contrário do que acontece noutros concelhos onde tudo é transparente e público), seja pelos órgãos oficiais do partido ou por informação disponibilizada na internet – impedindo os militantes de saberem quem os representa – fica claro que a intenção foi a de “correrem” com alguns elementos, ficando por perceber a razão de ter havido a demissão quando tudo parece ter ficado mais ou menos na mesma. Como não é expectável que saia informação oficial que dê conta das razões, cada um dos eleitores do partido terá que ficar pelo que lhes parece. A anterior comissão não conseguiu manter-se sequer por um ano e começa agora a contagem do tempo para ver quanto irá durar a agora eleita. O Cabeço volta a fazer parte dos órgãos locais presumindo-se que desta vez tivesse podido votar (se bem que nas últimas eleições tivesse havido quem fosse eleito mesmo sem que devesse ter podido votar e apesar de ter afirmado que nunca faria parte de uma lista onde constassem alguns dos nomes eleitos). Seguindo o caminho que parece mesmo estar mais ou menos delineado, o Lopes irá representar os militantes do concelho no congresso, procurando aproximar-se desse modo da cúpula do partido. Ainda se desconhece se foi já dado conhecimento ao vereador de quem são os actuais elementos que mandam aqui no partido mas, a julgar pelo secretismo que tem sido mantido e pela posição que alguns dos “capatazes” da quinta têm vindo a assumir, é de crer que ainda nada tenha sido dado a conhecer.

Para, caso não saiba, fique a saber, deixamos aqui os nomes: Pedro Miguel Vieira Maria da Silva (Presidente), Pedro Jorge Pedrosa da Silva André (Vice-Presidente), Rui Manuel Frutuoso Lopes (Tesoureiro), Rui Emmanuel Codinha Verdingola, Fernando Augusto de Sousa Lopes, Ricardo Augusto Morais Galo, Nuno Ricardo Lourença Martins, Manuel José Cardoso Santos e Manuela José Calado Fortunato; Mesa do Plenário: Presidente Margarida Balseiro Lopes, Vice-Presidente António Cabeço, Secretário João Pereira, Suplente André Cabral.


Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Comentar com conta do Facebook

comentario(s) no Facebook

17 Comentário em “Vira o disco”

  1. Avatar

    Nao ha duvida que o curioso tem uma fixacao estranha pelo PSD local, a quinta forca mais votada..medo??

    1. Avatar

      a quinta força mais votada,isso é verdade,tb eram só seis listas,…se fosse um campeonato ,,,desciam de divisão!!!
      Não vale a pena terem ilusões,numa terra tradicionalmente de esquerda,um partido formado por membros do salazarismo,elegerem um vereador,já se podem dar por satisfeitos! Mas valha a verdade,a incompetência laranjinha tem sido tanta,que qq dia não passam de uma percentagem residual sem qq tipo de importância!!

      1. Avatar

        Gosto particularmente da sua clareza de espirito:
        a maior parte dos membros da comissão politica estão abaixo dos 50 anos, o que faz com que ainda fossem crianças no tempo do salazarismo, mas você diz que são salazaristas.
        E o que entendo por salazarista? Já agora. penso que é uma pergunta pertinente.

  2. Avatar

    nada de novidade é tudo velharia ! Quando o lopes começar a brigar vai ser o fim da macacada.

  3. Avatar

    Uma terra de esquerda mas que 5 mil pessoas votaram passos coelho e quase 7 mil em marcelo nao foi,? As pessoas “de esquerda” nao sao tao estupidas como as pinta meu senhor

    1. Avatar

      Não se estará a iludir? Uma coisa são as eleições nacionais e as presidênciais que como sabe foram ganhas pelo Sr. Televisão e não pelo PSD. Outra coisa é o que se passa aqui na Marinha. Não confunda.

    2. Avatar

      Tradicionalmente de esquerda sim,qual é a dúvida??Alguma vez um partido de direita ganhou as eleições em legislativas,autárquicas ou referendos??
      O marcelo ganhou na marinha??sim,ele,não o partido dele!!

      1. Avatar

        Por acaso, recordo os anos de 1987 e 1991 em que o PSD ganhou na Marinha Grande. Se calhar você ou é novo demais e não sabia ou é velho demais e já não se lembra.

  4. Avatar

    Significa apenas que as pessoas não têm o voto preso aos partidos de esquerda que deram cabo da Marinha, so isso

    1. Avatar

      Ninguém está preso aos votos ou aos partidos. Fala como se os votos que o PSD teve a nivel nacional ou o Marcelo pudessem ter alguma coisa a ver com o que se passa no PSD da Marinha. Quantos votaram sábado? Pelo que ouvi, o número de votantes nem foi revelado. Porque será?

  5. Avatar

    Mas isso de facto intressa para alguma coisa que não seja para o curioso poder especular? nunca vi aqui a mesma atenção e curiosidade para com as votações nas eleições do PS (que por acaso tb houve no domingo passado mas que se “esqueceu” de informar os resultados e nº de votantes) ou do PCP. Estranho.

    1. Curioso

      Caro anónimo. Que saibamos as eleições no PS foram para a distrital. Quanto ao PCP já se sabe que são sempre informações não publicitadas, coisa que é criticada pelo PSD.

  6. Avatar

    Cavaco silva do PSD ganhou duas vezes em legislativas na marinha sabia? E mais duas como presidente

  7. Avatar

    Este post prova, mais uma vez (como se isso ainda fosse necessário) a desonestidade intelectual e politica de quem o gere. Basta ler os anteriores referentes ao PSD e falam em SUPOSTAS divisões, atritos, etc.

    Afinal, como tudo isso é mentira, critica-se por ficarem os mesmos.

    Haja pachorra para tanta falta de seriedade.

    P.S. – a falta de vergonha é tanta que no corpo do texto tenta-se passar a ideia de secretismo e falta de informação e afinal, conforme se ve abaixo desse mesmo texto, foi fácil conseguir essa mesma informação.

    Chama-se a isto jornalismo marinhense (leia-se tremendamente mandrião).

    1. Curioso

      Caro anónimo. Se estava tudo bem com a anterior comissão política, porque se demitiram? Se se demitiram, porque se recandidataram? Qual a votação? Tanta coisa que não se sabe nem se explica.
      Quanto ao ser fácil ou difícil obter a informação, leu-a em algum órgão oficial do partido? Soube dela por alguma iniciativa do partido? Não somos jornalistas e, como tal, o “mandrião” não nos é dirigido mas tem alguma razão no que diz respeito à forma como o jornalismo é feito. Isso vem, aliás, desde há muitos e muitos anos.

Leave a Reply